Futebol Intensidade e posse de bola: marcas de Sampaoli na pré-temporada

Intensidade e posse de bola: marcas de Sampaoli na pré-temporada

Elenco do Santos está de folga nesta sexta-feira, após nove dias de trabalho. Nova mentalidade e novos métodos têm levado atletas à exaustão

Elenco do Santos está de folga nesta sexta-feira, após nove árduos dias de trabalho com o treinador argentino. Nova mentalidade e novos métodos têm levado atletas à exaustão

Passado o elemento surpresa, o cansaço dos primeiros dias e a ansiedade para voltar a treinar, o Santos encerrou na última quinta-feira a primeira metade da pré-temporada no CT Rei Pelé. Foram nove dias intensos de trabalho sob o comando do argentino Jorge Sampaoli. Com vasta experiência internacional, o novo comandante, aos poucos, implanta seus métodos. A intensidade dos primeiros trabalhos levou os jogadores à exaustão.

Durante a semana, o zagueiro Luiz Felipe e os atacantes Arthur Gomes e Felippe Cardoso ressaltaram a intensidade dos trabalhos no CT. Pouco a pouco, o elenco começa a entender como irá trabalhar o argentino. Em sua apresentação, Sampaoli destacou que, entre as duas traves, sempre irá priorizar a adversária - ou seja, o foco é ficar com a bola e buscar o gol a todo momento.

- Sampaoli veio com método de bastante intensidade, de ficar bastante com a posse. Procuramos nos adaptar rapidamente, tempo é curto e já temos amistoso no domingo. Um pouco puxado, ritmo bem forte logo depois das férias, mas para mim foi bem tranquilo - ponderou o zagueiro Luiz Felipe no começo da semana, o beque tende a ser titular com o novo treinador.

Depois de quatro dias de trabalhos a portas fechadas e de treinos táticos "pegados", como definiu Arthur Gomes, o primeiro teste para a fase inicial da pré-temporada de Sampaoli será no domingo, em amistoso contra o Corinthians, na Arena, em Itaquera. O Peixe, após a volta desta sexta, volta ao trabalho no sábado, na preparação para o jogo.

- Deu para perceber que ele é um treinador que gosta muito da intensidade, posse de bola, e isso é bom. Estamos conseguindo nos adaptar a essa semana de trabalho ao seu estilo, e, no decorrer da temporada, tenho certeza que dará tudo certo - completou Felippe Cardoso.

Em um dos poucos esboços liberados à imprensa, o Santos teve uma formação com: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Derlis González, Felippe Cardoso e Bruno Henrique. Não está descartada, porém, a possibilidade de mudanças no meio-campo e ataque.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Negócio fechado! Veja as contratações do mercado da bola

    Access log