Futebol Impasse com Mano e Cuiabá ‘trava’ estreia de António Oliveira no Corinthians

Impasse com Mano e Cuiabá ‘trava’ estreia de António Oliveira no Corinthians

Para comandar o Timão contra a Lusa, o nome de António Oliveira precisa sair no BID até as 19h desta sexta (9)

Lance
Lance

Lance

Lance

António Oliveira deixou o Cuiabá e já comandou o treino do Corinthians nesta sexta-feira (9), mas o o técnico português corre risco de não estrear domingo (11), contra a Portuguesa. O nome do treinador precisa sair no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até as 19h desta sexta para enfrentar a Lusa.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

O primeiro passo do Corinthians é negociar a multa rescisória de Mano Menezes, demitido após a derrota contra o Novorizontino. O clube e o staff do treinador divergem dos valores, mas há otimismo de ambas as partes para a resolução de um acordo parcelado. O treinador quer garantias que receberá o dinheiro.

Só assim o Timão poderá regularizar António Oliveira, segundo regulamento do Paulistão. Contudo, a diretoria alvinegra precisa efetuar o pagamento da multa do português ao Cuiabá. Segundo Cristiano Dresch, presidente do Dourado, o Corinthians ainda não depositou o montante, e a liberação da documentação só será feita após o pagamento.

➡️ Veja os grupos e datas dos confrontos no Paulistão

- Em relação à multa, até agora não foi paga, ninguém entrou em contato conosco para pagar. Parece que estão tendo uma dificuldade gigante com o Mano Menezes em pagar a multa dele. Até agora não tivemos nenhum contato em relação ao pagamento da multa, só um contato do Corinthians informando que estavam negociando e tinham contratado o António. Não teve nenhuma negociação com o Cuiabá. A gente está aguardado o pagamento da multa, pois enquanto não for depositada, não vamos liberar o treinador. A multa é R$ 1.040.00,00. A multa era de R$ 5 milhões se ele não renovasse com o Cuiabá. O contrato venceu em 2023, nós renovamos no início de 2024 e caso ele não renovasse seria R$ 5 milhões. Depois que ele estava com contrato vigente, a multa foi reduzida - disse Cristiano Dresch.

Caso o Corinthians não resolva a situação até 19h desta sexta-feira (9), Danilo, do Sub-20, ou algum membro da comissão técnica de António Oliveira devem comandar a equipe no duelo decisivo contra a Portuguesa, pelo Paulistão.

Últimas