Futebol Histórico jogador do Fluminense, Escurinho morre aos 90 anos

Histórico jogador do Fluminense, Escurinho morre aos 90 anos

Quinto jogador que mais defendeu a camisa do Tricolor das Laranjeiras, ex-ponta, que sofria do Mal de Alzheimer, não resiste à falência de múltiplos órgãos

Lance
Lance

Lance

Lance

Os corações tricolores estão de luto. Neste sábado, o ex-ponta-esquerda do Fluminense, Escurinho, morreu aos 90 anos. Ele, que estava com 90 anos, sofria do Mal de Alzheimer e teve uma falência múltipla dos órgãos. Seu nome ficou cravado na história do clube por ser o quinto jogador a defender a camisa do Tricolor das Laranjeiras: foram 490 partidas.

Benedito Custódio Ferreira nasceu em 3 de junho de 1930 em Nova Lima (MG). Após iniciar sua carreira no amador Esporte Clube Morro Velho, assinou contrato com o Villa Nova, clube da cidade mineira. Pela equipe, foi campeão estadual e também se destacou na Seleção Mineira.

Seu desempenho logo chamou a atenção do Fluminense. Em 1954, desembarcou nas Laranjeiras com a missão de disputar vaga com Quincas, Joel e Robson. No Tricolor, logo caiu nas graças da torcida. Rápido nos cruzamentos e em finalizações, o "Flecha Negra" foi decisivo nas conquistas do Carioca de 1959 e nos Torneios Rio-São Paulo de 1957 e 1960.

Ainda defendeu a Seleção Brasileira em dez oportunidades. Porém, seu nome acabou escrito mesmo na história do Fluminense: com 490 jogos, foi o quinto atleta que mais atuou com a camisa tricolor. O ponta-esquerda anotou 111 gols. Após deixar as Laranjeiras, ainda passou por Junior Barranquilla, Portuguesa e Bonsucesso.

Últimas