Futebol Herói do Boca em classificação contra o Palmeiras, Romero valoriza confiança nos pênaltis: 'É uma diversão'

Herói do Boca em classificação contra o Palmeiras, Romero valoriza confiança nos pênaltis: 'É uma diversão'

Após empate no tempo normal, argentinos levaram a melhor nas penalidades e avançaram para a final da Libertadores

Lance
Lance

Lance

Lance

Boca Juniors-ARG garantiu a sua vaga na decisão da Libertadores ao eliminar o Palmeiras nesta quinta-feira (5), no Allianz Parque, após empate em 1 a 1 no tempo normal e vitória nos pênaltis (4 a 2). Na saída de campo após o duelo, o goleiro Romero, herói da classificação da equipe argentina, reafirmou sua confiança na disputa por penalidades, dizendo que "é uma diversão".

+ Veja tabela da Libertadores-2023 clicando aqui

- Nós trabalhamos muito. Temos um elenco com goleiros muito bons, e isso é muito importante. Isso ajuda muito na hora de competir. Tenho 36 anos e estou numa fase em que amo me divertir. Para mim, quando vamos para os pênaltis, é divertido para mim, uma diversão. Estou contente em ajudar meus companheiros - disse Sergio Romero.

+ Você quer trabalhar no seu clube do coração? Matricule-se no curso Gestor de Futebol e entenda como!

Na disputa por pênaltis após o empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, Romero foi fundamental e fez duas defesas: nas cobranças de Raphael Veiga e Gustavo Gómez - batedores oficiais do Palmeiras. Inclusive, o goleiro recebeu elogios do companheiro Edinson Cavani após a partida, que reiterou a confiança do Boca no arqueiro argentino.

- Temos muita confiança nele (Romero). Nele e em toda a equipe, todos foram bem. Soubemos sofrer. Nosso time hoje demonstrou muito caráter e agora vamos focar na sequência do campeonato e vamos dar nosso melhor como hoje para dar esse passo que falta - declarou Cavani.

+ Boca Juniors se torna primeiro time a avançar para a final da Libertadores sem vencer no mata-mata

Portanto, a final da Libertadores está definida: Fluminense e Boca Juniors decidem o título da competição continental no dia 4 de novembro (sábado), no Maracanã, no Rio de Janeiro. A final é disputada em jogo único e, em caso de empate no tempo regulamentar, há prorrogação. Se não houver vencedor, a taça será decidida nos pênaltis.

O Boca é dono de seis taças e decidiu o torneio pela última fez em 2018, quando viu o rival River Plate-ARG ganhar em jogo disputado no Santiago Bernabéu, em Madri, na Espanha. O Tricolor Carioca vai em busca de seu primeiro título e chegou apenas uma vez à final da competição continental: em 2008. Na oportunidade, o time, jogando no mesmo Maracanã desta decisão, perdeu nos pênaltis para a LDU-EQU e sagrou-se vice-campeão.

Últimas