Futebol Henderson critica Premier League por não se preocupar com atletas em meio a novo surto de Covid-19

Henderson critica Premier League por não se preocupar com atletas em meio a novo surto de Covid-19

Volante e capitão do Liverpool diz que jogadores do Campeonato Inglês não recebem o respeito que merecem 

Lance
Lance

Lance

Lance

Jordan Henderson, capitão e um dos principais jogadores do Liverpool, criticou a Premier League, que organiza o Campeonato Inglês. O atleta de 31 anos destacou que os jogadores não tem sido respeitados em meio a um novo surto de Covid-19 na Inglaterra.

CONFIRA A TABELA DO CAMPEONATO INGLÊS


- O futebol para nós é tudo e queremos ser capazes de jogar no mais alto nível sempre que pisamos em campo. E, infelizmente, neste período é difícil fazer isso. Tem sido assim há alguns anos e tem sido dificultado, mas além disso, você joga Covid e fica ainda pior. Estou preocupado com o bem-estar do jogador e não acho que alguém leve isso a sério o suficiente. Tentaremos ter conversas em segundo plano e tentar ter algum tipo de influência no futuro, mas no momento não sinto que os jogadores recebam o respeito que merecem em termos de alguém ser capaz de falar por eles de forma independente e ter o poder de dizer que isso não é certo para o bem-estar do jogador - comentou Henderson, em entrevista à "BBC Sports".

A crítica de Henderson vem poucos dias após a Premier League dizer que não vai interromper o campeonato mesmo após a confirmação de pelo menos 90 casos entre jogadores e funcionários, na semana passada. Dos dez jogos do último fim da semana, seis foram adiados por conta de muitos casos em um mesmo clube.

O Campeonato Inglês tinha nove jogos para o próximo domingo, dia 26, logo após o Natal, como é tradição por lá, mas alguns foram adiados, incluindo Liverpool e Leeds. O time de Henderson, a princípio, só volta a campo agora no próximo dia 28, contra o Leicester, fora de casa, pela 20ª rodada.

A liderança da competição está com o Manchester City, que soma 44 pontos após 18 jogos. O G4 tem ainda o próprio Liverpool (41), Chelsea (38) e Arsenal (32).

Últimas