Há seis anos o Corinthians jogava a primeira partida oficial em sua Arena

Na partida de estreia oficial do estádio em Itaquera, o Timão acabou derrotado pelo Figueirense, por 1 a 0, pelo Brasileirão-2014. Outros dois eventos já haviam ocorrido por lá

Lance

Lance

Lance

Após duas partidas não-oficiais realizadas no mês de maio, a Arena Corinthians sediou a primeira partida oficial da sua história há seis anos. Após deixar o Pacaembu, casa alvinegra por mais de 70 anos, o estádio era inaugurado no dia 18 de maio de 2014, com a partida entre Corinthians e Figueirense, válida pelo Campeonato Brasileiro daquele ano. No placar, 1 a 0 para os visitante.

O primeiro evento-teste da Casa do Povo havia sido 18 dias antes. Na ocasião, uma comemoração pelo Dia do Trabalho colocou dentro de campo os funcionários que trabalharam na construção da Arena, em uma partida realizada apenas para eles, suas famílias e mais alguns convidados especiais.

Dez dias depois ocorreu o segundo evento-teste, considerado como a verdadeira inauguração do estádio. Nele, mais de 104 ídolos do clube, entre atletas e ex-atletas, foram convidados e realizaram uma partida com seis tempos de 15 minutos, onde estes jogadores se revezavam entre as equipes – o primeiro gol da Arena foi marcado por Rivellino, de pênalti.

Pouco mais de uma semana depois, então, a Arena Corinthians receberia o seu primeiro jogo por um torneio oficial. Pela quinta rodada do torneio nacional, o Timão entrou em campo diante do Figueirense.

Mano Menezes levou a campo uma equipe com: Cássio; Fagner (Danilo), Gil, Cleber e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Renato Augusto e Jadson (Paulo Victor); Luciano (Romarinho) e Guerrero. Na ocasião, o Timão foi superado por 1 a 0.

De lá para cá são 200 jogos no estádio corintiano, com 123 vitórias, 54 empates, 23 derrotas, 318 gols marcados e 134 gols sofridos, aproveitamento de 70,5% dos pontos que disputou. Tem como maior artilheiro o paraguaio Ángel Romero, com 27 gols, e Cássio (168 partidas) como quem mais atuou. Foram dois títulos do Campeonato Paulista (2017 e 2019) conquistados em finais dentro de sua casa. Sem contar os brasileiros de 2015 e 2017.