Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gustavo Sauer volta a ser titular, se destaca e vira opção de confiança para Bruno Lage no Botafogo

Camisa 10 marcou dois gols e deu uma assistência contra o Coritiba

Futebol|

Lance
Lance Lance

Titular pela última vez na equipe do Botafogo no dia 14 de maio na derrota do Alvinegro para o Goiás, o meia Gustavo Sauer figurou entre os 11 jogadores que iniciaram a partida contra o Coritiba por opção do técnico Bruno Lage. O camisa 10 lutou contra a desconfiança, surpreendeu e convenceu o torcedor que lotou o Estádio Nilton Santos.

+ Confira a classificação do Brasileirão

Logo aos dois minutos de jogo, o atleta aproveitou uma bola na entrada da área e marcou um golaço de canhota e deu suas credenciais no Brasileirão, onde não havia balançado as redes até então. Mas Sauer foi além, cobrou um escanteio na cabeça de Tiquinho Soares para o primeiro gol do centroavante e ainda marcou outro gol nos acréscimos da etapa inicial.

+ Tchê Tchê elogia Gustavo Sauer, protagonista na vitória do Botafogo sobre o Coritiba: ‘Merecia essa resposta’

Publicidade

Pouco antes da bola rolar, o camisa 10 recebeu apoio dos torcedores presentes no Nilton Santos, mas esteve longe de ser um dos mais ovacionados pelo público. Mas sua ida ao banco de reservas com a partida já definida foi motivo de muitos aplausos e cantos altíssimos que vieram das arquibancadas para exaltar o jogador.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Bruno Lage explicou a presença de Gustavo Sauer no time titular e afirmou que a escalação estava relacionada com a forma de jogar do Coritiba. Após assistir ao duelo entre Coxa e Fluminense, o treinador português achou interessante a ideia de colocar mais um meia no lugar de um atacante mais agudo, como o Alvinegro estava acostumado a atuar.

Publicidade

- A equipe vinha com dois alas muito fortes na situação de um contra um. E percebemos que contra este adversário, especialmente depois da vitória contra o Fluminense, viria jogar com uma grande equipe, pois vem de uma recuperação fantástica. E sentimos que se tivéssemos um homem que pudesse jogar entre linhas, juntamente com Eduardo, poderíamos ir bem. E graças a Deus as coisas foram bem. Se o Sauer não tivesse feito um bom jogo, a pergunta seria ao contrário, sobre o motivo que ele não vinha jogando. Vim para tomar decisões e correr riscos. Nós pensamos que valia à pena o risco. O jogador e toda equipe corresponderam - explicou o comandante.

Titular em seis dois oito jogos do Botafogo na Sul-Americana, Gustavo Sauer pede espaço para o confronto contra o Guaraní-PAR, na quarta-feira (2). O adversário do Alvinegro não vive boa fase e ocupa apenas a 6ª colocação (entre 12 equipes) no Torneio Clausura do Paraguai, enquanto ficou com a 4ª colocação no Apertura.

Mas ainda que Bruno Lage não enxergue seu camisa 10 como um titular, Sauer deu bons motivos para que seja sempre visto com carinho pelo treinador após sua grande exibição no Campeonato Brasileiro. Em 24 partidas na temporada, o meia agora soma sete gols e três assistências e busca mais regularidade para seu time.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.