Goiás recusa trocas e exige R$ 50 mi para liberar Michael ao Corinthians

Túlio Lustosa, gerente de futebol do Esmeraldino, explicou que a proposta de 5 milhões de euros e mais cessão de alguns jogadores não interessa ao clube

Michael foi a grande revelação do Brasileirão de 2019

Michael foi a grande revelação do Brasileirão de 2019

Lance

O Goiás não está disposto a envolver jogadores do Corinthians na negociação por Michael - revelação do Campeonato Brasileiro 2019. Embora admita interesse em atletas do Timão, o clube goiano mantém sua postura de que apenas venderá o atacante caso receba o valor integral da multa, em torno de R$ 50 milhões.

"Não (referindo-se à possibilidade do Corinthians emprestar alguns nomes de seu elenco para abater o valor de compra de Michael). Não tem nada ainda. A situação dele está resolvida, tem contrato por mais dois anos ainda", afirmou Túlio Lustosa, gerente de futebol do Goiás e também ex-jogador do Corinthians em contato com o site Meu Timão.

A diretoria do Alvinegro ofereceu 5 milhões de euros (R$ 22,58 milhões) pelo jogador, mas a diretoria do Esmeraldino recusou a proposta. O Corinthians já informou os goianos que não aumentará os valores da negociação, mas que está disposto a colocar alguns jogadores de seu elenco para abater as cifras milionárias pedidas pelo Goiás.

Planejando a próxima temporada, o clube Centro-Oeste trabalha na montagem do time e manifestou interesse em alguns jogadores do Corinthians, como Clayson, Renê Júnior, Marllon e Walter. O clube do Parque São Jorge aceitou abrir negociações.

"Nós contamos com o Michael. É uma peça que não teria reposição. Portanto, se não aparecer um clube que pague a multa rescisória do jogador, ele vai cumprir o seu contrato", finalizou o cartola do Goiás.

Jean é mais um na lista de jogadores acusados de agredir mulheres