Futebol Gaviões critica fala de Vítor Pereira e cobra raça ao elenco do Corinthians: 'Quarta-feira é a última chance'

Gaviões critica fala de Vítor Pereira e cobra raça ao elenco do Corinthians: 'Quarta-feira é a última chance'

Para a principal uniformizada corintiana, discurso do treinador corintiano após o Dérbi foi 'inadmissível'

Lance
Lance

Lance

Lance

Principal torcida uniformizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel usou as redes sociais para fazer fortes cobranças ao elenco do time e ao técnico Vítor Pereira, principalmente em relação à declaração dada pelo treinador após a derrota no clássico para o Palmeiras, no último sábado (13).

+ Willian fora do Timão! Relembre 10 momentos do atleta em sua segunda passagem pelo Corinthians

Ao ser questionado sobre temer uma possível demissão, a resposta de Vítor foi:

- Eu, nesta fase da minha vida, da minha carreira, ter medo de perder o emprego? Sabe quanto dinheiro eu tenho no banco, amigo? Eu tenho a vida estabilizada, não preciso... Estou aqui no Corinthians, vou embora quando quiser. Isso sobre sair passa ao lado.

+ Confira a tabela da Copa do Brasil e simule a reta final do torneio

De acordo com a Gaviões, a fala do treinador corintiano ‘reflete o pensamento dos ricos e poderosos com relação às massas operárias’ e que é falta de empatia com os torcedores que compram ingresso para assistir e apoiar o Timão.

- Com relação ao Vitor Pereira, entendemos que ele foi infeliz em sua fala, pois ela reflete o pensamento dos ricos e poderosos com relação às massas operárias: indiferença! Deveria ter o mínimo de empatia por cada torcedor (a) do Corinthians que muitas vezes tira do seu próprio sustento para comprar ingresso. A conta bancária da fiel torcida é bem magra, Vitor Pereira! Erros técnicos e táticos fazem parte da dinâmica do futebol, mas esse tipo de discurso é inadmissível, principalmente se tratando do time do povo! - diz trecho da nota.

Brigando pela classificação à semifinal da Copa do Brasil, o Corinthians precisa reverter uma desvantagem de dois gols construída pelo Atlético-GO, em Goiânia, há três semanas, no jogo de ida das quartas de final da competição nacional. Ao perder por 2 a 0 nos primeiros 90 minutos da decisão, o Time do Povo precisará vencer por três gols de diferença - ou dois e bater o Dragão na disputa por pênaltis.

A Gaviões da Fiel é enfática que, para eles, é obrigação que elenco corintiano vença e se classifique nesta quarta-feira (13), em Itaquera.

Últimas