Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gatito Fernández ou Lucas Perri? Saiba a luta que cerca o 'rodízio' na meta do Botafogo

Desafio leva Bruno Lage a fazer alternância entre os goleiros da equipe

Futebol|

Lance
Lance Lance

A alternância entre goleiros que vem marcando a luta do Botafogo por títulos foi proporcionada por uma peculiaridade. O técnico Bruno Lage revelou que a opção por revezar entre Lucas Perri e Gatito Fernández foi uma forma de contornar um dilema.

Lucas Perri vinha atuando no "sacrifício" há cerca de um mês. O problema aconteceu, coincidentemente, no dia da apresentação oficial de Bruno Lage. Enquanto isso, na Argentina, sob o comando de Cláudio Caçapa, Perri lidou com uma situação desafiadora.

+ Veja a tabela do Brasileirão e simule resultados

- Lucas Perri no primeiro jogo com Patronato (vitória por 2 a 0 do Glorioso), lesionou-se com alguma gravidade do joelho. Mas não quis sair da equipe. Felizmente o Gatito (Fernández) estava recuperar dessa situação. Entendemos que o Lucas Perri continuasse a atuar uma vez por semana. Eu, departamento médico e o jogador. Sendo assim, o Gatito ficou disponível para a Sul-Americana - disse Lage.

Publicidade

Na primeira partida do novo comandante na beira do campo, o paraguaio ocupou a meta pela primeira vez na temporada. Com sua vivência no clube e um reencontro com a torcida no Niltão, o Alvinegro garantiu sua vaga ao empatar em 1 a 1 diante do Patronato.

Posteriormente, Perri foi titular nos jogos contra o Santos e Coritiba. No dia 6 de agosto, o camisa 12 foi bastante exigido para assegurar o empate em 0 a 0 com o Cruzeiro. E, na reta final da partida, fazia movimentos que indicavam o fato de estar com dores em seu joelho. Ao ser perguntado, Perri sinalizou como é sua postura.

Publicidade

- Estou sentindo, mas está tudo certo. Tem nada que vai me tirar do jogo não, só se eu estiver com a perna quebrada - afirmou, ao Premiere.

Gatito Fernández, por sua vez, seguiu como titular na Sul-Americana. O ídolo do Glorioso entrou em cena em agosto, para ajudar os botafoguenses a assegurarem a vaga, despachando o Guaraní, do Paraguai.

Publicidade

E, no dia 23, tornou a ser titular no empate em 1 a 1 com o Defensa Y Justicia, da Argentina, no primeiro jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana. O camisa 1, porém, descarta o posto de "goleiro de copas".

- Não sei... Fico feliz em poder ajudar o grupo, a portar dentro de campo minha experiência. Fico feliz de somar minutos nesse elenco tão bom que a gente tem - disse.

Em meio a este "rodízio", Bruno Lage destaca a maneira como o Botafogo conseguiu passar por apuros.

- Contra o Bahia, vocês puderam ver o Perri fazer o tiro de meta depois de muito tempo. Agora, portanto, ele está recuperado da lesão. Eu não poderia dizer isso publicamente porque abriria chance para os adversários pensarem: “então vamos chutar mais ao gol”. As coisas são assim. Estamos muito fortes, unidos - afirmou.

Com Gatito Fernández na meta, o Botafogo vai à luta nesta quarta-feira (30) para o segundo jogo das quartas de final da Copa Sul-Americana. Mas confiante de que tem Lucas Perri firme para a sequência alvinegra do Brasileirão.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.