Futebol Gabigol presta depoimento, confirma que ouviu gritos de 'macaco' e diz: 'Indignação, revolta e muita tristeza'

Gabigol presta depoimento, confirma que ouviu gritos de 'macaco' e diz: 'Indignação, revolta e muita tristeza'

Recentemente, atacante do Flamengo ouviu gritos de 'macaco' quando se dirigia aos vestiários na partida contra o Fluminense, válida pelo Cariocão, no Nilton Santos

Lance
Lance

Lance

Lance

"Indignação, revolta e muita tristeza". Gabigol citou três destas palavras em meio ao seu depoimento prestado, nesta sexta-feira, no inquérito do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) que apura a acusação de injúria racial por parte de um torcedor do Fluminense no Fla-Flu. O clássico foi realizado pela 4ª rodada do Carioca, no dia 6 deste mês, no Nilton Santos.



Por videoconferência, o atacante do Flamengo sublinhou que familiares seus estavam presentes no local e tiveram a "mesma percepção" quando ocorreu o grito de "macaco", dito assim que Gabi se dirigia para o vestiário.

Confira o registro de um trecho do depoimento de Gabigol:

- [...] informou que no intervalo da partida ainda em direção ao túnel que dá acesso ao vestiário ouviu diversos xingamentos e palavras ofensivas em especial gritos de macaco direcionados a ele; que naquele momento em razão do calor do jogo não conseguiu identificar o autor das palavras, entretanto, após a partida, buscou ter acesso às gravações realizadas no local, onde pôde confirmar aquilo que havia percebido. Perguntado em qual setor do estádio estavam os torcedores que proferiram os xingamentos e palavras ofensivas, o atleta informou que não sabe indicar o nome do setor, pois disputou poucas partidas naquele estádio e não tem familiaridade com a nomenclatura dos setores, entretanto pôde afirmar que os torcedores encontravam-se no setor localizado acima do túnel que dá acesso ao vestiário, onde encontravam-se torcedores identificados com a camisa do Fluminense.

Advogados do Fluminense, André Valentim, procurador-geral do TJD-RJ, e Rafael Fernandes Lira, auditor processante do inquérito, também estiveram na chamada de vídeo em que Gabi participou.

Também nesta sexta-feira, Gabriel Barbosa utilizou as redes sociais para voltar a se manifestar contra o racismo.

> Veja e simule a tabela do Cariocão

Ainda sobre o tema: após passar pela a análise de um perito, o laudo o confirmou os gritos racistas, de "macaco", contra Gabigol no Fla-Flu. Vale lembrar que o laudo foi enviado ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), que abriu aceitou o pedido encaminhado pelo Fluminense para apuração da denúncia de racismo feita por Gabi (clique aqui e saiba mais).

Últimas