Futebol Feminino do Corinthians anuncia programação para o retorno

Equipe realizará protocolos de testagem para Covid-19 ainda nesta semana. Sessões de treinamento estão programadas para próxima quarta-feira. Jogos voltam no fim de agosto

Lance

Lance

Lance

O Futebol Feminino do Corinthians apresentou, nesta quarta-feira, o planejamento de retorno às atividades estruturado sob supervisão da Comissão Médica do clube, representada pela Dr. Taline Costa, médica da modalidade alvinegra, atendendo às medidas do Protocolo de Retomada Gradual dos Treinos da FPF para evitar o contágio de coronavírus.

O departamento está liberado, após aval da Prefeitura de São Paulo e do Governo do Estado de São Paulo, para seguir com os testes de diagnóstico da doença nesta semana. Já o retorno aos treinos tem previsão para acontecer no dia 29 de julho, próxima quarta-feira, após longo período de inatividade.

O programa definido pela Direção do Futebol Feminino se inicia nesta quinta-feir, com a testagem dos membros da comissão técnica, do estafe do departamento e dos funcionários do Centro de Treinamento. Na sexta-feira, será a vez do elenco passar pelas avaliações para diagnóstico da Covid-19.

A modalidade fará uma série de testes com exames de RT-PCR (identifica o vírus no período em que está ativo no organismo) e de sorologia (verifica resposta imunológica por contato recente ou prévio com o vírus), além de um monitoramento constante de sintomas e quadros clínicos para garantir um retorno seguro às atividades, evitando transmissões nas atividades.

- O Corinthians irá utilizar dois métodos para diagnóstico do COVID-19. O primeiro, o RT-PCR, indica uma infecção aguda e implica no afastamento do paciente, com orientações de isolamento social, para uma observação mais próxima dos sintomas. O segundo é a sorologia, um exame importante para determinar o contato prévio com o novo coronavírus. Por se tratar de uma doença multissistêmica, precisamos analisar o quadro clínico geral da atleta com exames de imagens e testes cardiológicos, para não pôr em risco a integridade do nosso elenco - explicou a Dra. Taline Costa, antes de completar:

- A partir dos resultados, tomaremos as medidas necessárias avaliando caso a caso. A seguir, iniciaremos um monitoramento diário dos sintomas, com os exames repetidas de acordo com a necessidade e dentro das indicações dos protocolos vigentes. O ponto crítico é entendermos o dinamismo da doença e mantermos vigilância constante, com reforço das práticas de distanciamento social e higiene pessoal. Vamos aprender junto com a evolução do novo coronavírus e é preciso estarmos atualizados para garantir um retorno seguro.

O aguardado retorno aos treinos em campo está previsto para o dia 29 de julho, quarta-feira. Após a realização das baterias de exame voltados ao diagnóstico de casos de COVID-19 e posteriormente, o levantamento de resultados e eventual isolamento dos quadros positivos, se identificados, a comissão técnica e o elenco iniciam as avaliações fisiológicas de retorno.

O objetivo é criar um cenário preciso da forma física de cada atleta nesta retomada após quatro meses de treinos à distância. A evolução do plano de treinamentos, com atividades físicas, técnicas e táticas com o grupo será implementada gradualmente, até que os jogos sejam reiniciados.

- Seguindo a programação original, receberemos elenco no dia 29 (de julho) e já iniciaremos nossa preparação treinando no campo, com bola. Por se tratar de uma reapresentação após quatro meses, faremos as avaliações físicas necessárias para entender melhor a condição do nosso grupo nessa retomada. Com essas informações, vamos planejar os exercícios de forma individualizada para atender à necessidade específica de cada atleta, inclusive nos treinos táticos. Como sempre, iremos trabalhar todos aspectos de forma integrada e progressiva para colocar nosso elenco nas melhores condições antes da reestreia no campeonato - destacou o técnico corintiano Arthur Elias.

O cronograma se iniciou na última semana com a implementação da infraestrutura necessária no Centro de Treinamento, supervisionada pelas Diretorias do Departamento de Formação de Atletas e do Futebol Feminino: higienização das dependências, instalação de totens e "dispensers" de álcool gel em pontos estratégicos de circulação, cabine de desinfecção, tenda de monitoramento com termômetro digital e questionário de sintomas na entrada do CT, além de comunicação educativa e sinalização informativa no local.

- O Futebol Feminino terá um retorno com a máxima segurança. Seguiremos à risca os protocolos implantados pela Direção de Futebol e a Comissão Médica do clube no CT Joaquim Grava e faremos as adaptações necessárias para implementar no Centro de Treinamento das Categorias de Base. Retomaremos as atividades onde sempre compartilhamos a estrutura com o Departamento de Formação de Atletas e com quem desenhamos os ajustes para certificar um ambiente seguro. Planejamos uma série de medidas para garantir as dependências nas condições ideais como previstas em todos os protocolos. Teremos um retorno com muita consciência pensando na continuidade e fortalecimento da modalidade nesse novo cenário - afirmou Cristiane Gambaré, Diretora do Futebol Feminino do Corinthians.

O Corinthians retorna às competições no dia 26 de agosto, contra a Ferroviária-SP, na Fazendinha. O confronto, válido pelo Brasileirão A1, completa a quinta rodada do torneio nacional, interrompida pela suspensão decretada pela CBF em virtude da pandemia do novo coronavírus. O Timão atualmente soma nove pontos em quatro partidas disputadas, e ocupa o quinto lugar na classificação.