Futebol Fundamental no São Paulo em 2022, Patrick não foi substituído em apenas quatro jogos do Brasileirão

Fundamental no São Paulo em 2022, Patrick não foi substituído em apenas quatro jogos do Brasileirão

Na última partida do São Paulo, contra o Fluminense, Patrick foi substituído na volta do segundo tempo. Mesmo essencial, pouco atuou um jogo inteiro

Lance
Lance

Lance

Lance

O meia Patrick chegou no começo da temporada de 2022 e já pode ser considerado um dos maiores acertos do São Paulo no ano. Mesmo essencial e decisivo na equipe, o aspecto físico do jogador parece pesar nas decisões de Rogério Ceni. No Campeonato Brasileiro, dos 24 jogos que começou como titular, Patrick ficou pouquíssimas vezes até o final da partida, quase sempre sendo substituído antes dos 90 minutos.


ATUAÇÕES: Luciano marca golaço, mas defesa não consegue parar Cano em derrota do São Paulo

Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Nesta temporada, o camisa 88 esteve presente em 30 partidas do Brasileirão. Destas, foi titular em 24 delas. Mas terminou somente quatro jogos em campo. Em todos os outros 20, foi substituído. O caso mais recente, e que chamou atenção por uma peculiaridade, aconteceu na derrota para o Fluminense, por 3 a 1, no último sábado.

Mesmo enquanto o São Paulo ainda vencia por 1 a 0, Patrick foi substituído na volta do segundo tempo, dando lugar a Giuliano Galoppo. No segundo tempo, em menos de quinze minutos, o Tricolor sofreu três gols, marcados por Germán Cano.

Patrick foi substituído nos últimos 11 jogos dos 12 que começou como titular. A exceção aconteceu contra o Atlético-GO, quando foi essencial para o gol de Calleri na vitória por 2 a 1.

Toda essa história teria esquentado o clima no vestiário entre o jogador e Rogério Ceni. Segundo o 'Blog do Nicola', Patrick não estaria gostando destas substituições recentes e de ter saído de campo contra o Fluminense, e discutiu com o treinador nos vestiários do Maracanã. Esta discussão teria colocado em xeque a titularidade do atleta até o final da temporada.

Neste ano, Patrick foi uma das peças de ouro no elenco do treinador. Além de ser o terceiro maior artilheiro do ano, com nove gols marcados, sendo cinco no Brasileiro, também deu oito assistências.

Um dos seus grandes momentos de destaque foi quando marcou os dois gols na semifinal da Copa Sul-Americana, que permitiram que a disputa fosse decidida dos pênaltis. Assim, o Tricolor cravou sua vaga na final do continental.

O São Paulo tem mais dois jogos neste ano, contra o Internacional e o Goiás. O encontro com o Colorado, que por coincidência é a ex-equipe de Patrick, acontece nesta terça-feira (8), às 21h30, no Morumbi.

A resposta se o clima entre o Pantera Negra e Rogério Ceni se apaziguou virá na escalação da partida. No primeiro turno, Patrick não enfrentou o Internacional porque estava cumprindo suspensão.

Últimas