Futebol Fred se emociona ao falar do retorno ao Flu: 'Muito feliz de estar em casa'

Fred se emociona ao falar do retorno ao Flu: 'Muito feliz de estar em casa'

Atacante teve o retorno confirmado pelo Tricolor, participou de transmissão pelo Youtube do clube com o presidente Mário Bittencourt e recebeu as boas vindas dos colegas de time

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense confirmou a volta do atacante Fred, neste domingo e deixou eufóricos os torcedores tricolores pelo Brasil. Em uma transmissão ao vivo na FluTV, com a participação do presidente Mário Bittencourt, o jogador falou pela primeira vez após a oficialização do acerto. Emocionado ele não conteve as lágrimas após ver um vídeo com imagens dos melhores momentos dele pelo clube na primeira passagem entre 2009 e 2016.

– Me emociono todas as vezes que falo do Fluminense e vejo vídeos com a camisa tricolor. Há muito tempo não sentia nervosismo com a câmera. Estou muito feliz com esse meu retorno pra casa. Nunca tive dúvidas de que iria acontecer pela vontade do Mário e da torcida. So tenho a agradecer, especialmente a você presidente, por me permitir viver esses momentos novamente. Acho que é normal se emocionar – disse Fred.

O novo camisa 9 das Laranjeiras recebeu mensagens de boas vindas em vídeo gravadas pelos colegas de elenco como Ganso, Egídio, Digão, Hudson e Nenê. Dirigentes e funcionários também enviaram saudações ao craque.

O bate papo com Fred foi realizado logo após a reprise da vitória por 3 a 2 contra o Palmeiras, em 2012, que garantiu o tetracampeonato brasileiro ao Tricolor naquele ano. O jogador, autor de dois gols na partida, lembrou a conquista, da qual foi um dos nomes mais decisivos.

– Foi um ano muito especial para mim. Foi o ano que me colocou de vez no coração da torcida tricolor. Fui muito efetivo. Conseguiu jogar muitos jogos e fazer muitos gols. Em 2012 ganhamos o Carioca. Saímos da Libertadores contra o Boca em um gol que levamos no último minuto. A gente estava muito confiante. Começamos o Brasileiro com o time já encorpado, com o Abel conseguindo colocar o estilo dele. Desde o início do ano, falamos da importância de ganhar fora de casa e não perder muitos pontos. Foi uma briga acirrada com o Atlético-MG. Perdemos contra o Atlético no Independência, mas não nos abalamos. Mantivemos a confiança de que poderíamos vencer – lembrou o ídolo.

O preparo físico também foi tema da conversa com o atleta. Fred contou ter mantido uma rotina intensa de treinamentos durante a pandemia, que incluem atividades seis vezes por semanas e longas pedaladas de bicicleta no sítio que mantém no interior de Minas Gerais.

– Há alguns meses tenho treinado com meu preparador na roça. Estávamos com dificuldades de encontrar um campo grande. Como ele já andava de bicicleta deu essa sugestão. Naquele momento, com todos presos dentro de casa, ter uma bicicleta andar pela mata, ver uma cachoeira ajudou muito. Comecei a gostar e começou a me fazer bem emocionalmente. Estou muito bem fisicamente. São quase quatro meses em que treino praticamente todos os dias. Só tenho uma folga por semana. E são quase 40 dias andando de bicicleta – contou.

Embaixador do Flu

Fred assinou contrato até o dia 21 de julho de 2022, data em que o clube completa 120 anos. Na transmissão, o presidente do Flu disse a ideia é que o ídolo se aposente do futebol no dia comemorativo, além de revelar que o contrato inclui a intenção de tornar Fred um embaixador do clube pelo Brasil e pelo mundo, após pendurar as chuteiras.

– Deixamos em aberto a possibilidade, em documentos, de que ele, encerrando a carreira, possa se tornar um representante do Fluminense no Brasil e na Europa, um embaixador do Fluminense. Na Europa é algo muito comum. Se ele partir pra esse caminho lá na frente, será exclusivo do Fluminense e seguirá com a gente – explicou Mário Bittencourt.

O jogador também aceitou uma redução da remuneração fixa a que tem direito até que o Campeonato Brasileiro tenha início.

– Dentro dessa nova realidade ele compreendeu. Viu o acordo de redução salarial do grupo e aceitou que, enquanto não iniciar o Campeonato Brasileiro, a remuneração dele no contrato de trabalho será de dois salários mínimos. É importante para que a gente possa superar juntos esse momento de dificuldades – finalizou o presidente.

Últimas