Fluminense

Futebol Fluminense vence o Bahia, cola no G4 e fica mais perto da Libertadores

Fluminense vence o Bahia, cola no G4 e fica mais perto da Libertadores

Tricolor carioca contou com gol do jovem atacante Luiz Henrique para conquistar importante vitória na Arena Fonte Nova

Lance
Luiz Henrique fez o gol da vitória do Fluminense

Luiz Henrique fez o gol da vitória do Fluminense

Lance

O Fluminense está cada dia mais vivo na briga por uma vaga na próxima Libertadores. Nesta quarta-feira, o Tricolor carioca bateu o Bahia por 1 a 0, na Arena Fonte Nova, em confronto pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória longe do Rio de Janeiro, que não vinha desde 2014, foi conquistada por um gol do atacante Luiz Henrique, ainda na etapa inicial.

Com a vitória, o Flu chegou aos 56 pontos na tabela. São dois atrás do São Paulo e três de vantagem para Palmeiras e Grêmio. Os dois paulistas vão se enfrentar em jogo adiado desta rodada. O Corinthians, em oitavo, tem 48. Já a situação do Bahia se complica. Com 36 pontos, o time de Dado Cavalcanti é o 15º, mas ainda pode ser ultrapassado por Sport e Fortaleza, ambos com 35, que ainda jogam nos próximos dias.

Poucas chances
A partida começou animada. Com a bola no pé e enfrentando a proposta reativa dos donos da casa, o Fluminense chegou ao gol aos sete minutos, mas a cabeçada de Fred foi anulada por impedimento. A empolgação durou pouco. Com um confronto amarrado, o Tricolor carioca tentou apostar na velocidade para chegar com perigo, enquanto o Bahia adotou de vez o contra-ataque como estratégia e chegou até a assustar, especialmente com jogadas individuais de Ramírez.

Deu certo
A pressão do Fluminense na saída de bola acabou dando resultado. Aos 32 minutos, Fred fez o desarme após saída ruim do goleiro Anderson, Luiz Henrique quase desperdiçou o lance, mas viu Nenê recuperar. No cruzamento, o próprio jovem chegou para bater de primeira para o gol. O panorama da primeira etapa foi de domínio do Flu. O Bahia até chegou a ensaiar um equilíbrio, mas durou pouco, fazendo 45 minutos ruins na Fonte Nova.

Controlado
O Bahia melhorou na segunda etapa, explorando mais os espaços pela lateral. O Fluminense diminuiu o ritmo, apesar de controlar a partida. Entretanto, as alterações nas duas equipes tiraram o que havia de melhor. Do lado dos donos da casa, Ramírez sentiu lesão e precisou sair, dificultando a criação do time. Pelos visitantes, o técnico Marcão optou por sacar Fred e Luiz Henrique, os dois melhores do ataque, e a energia diminuiu.

Mudanças
Nos minutos finais, vendo que pouca coisa estava dando certo, as duas equipes mudaram bastante. Foi um segundo tempo de baixo nível técnico e ritmo lento. Até os minutos finais. Os cariocas, que tinham o duelo controlado, acabaram perdendo a retensão da bola na frente, abrindo mais para o Bahia se lançar à frente. A equipe de Dado Cavalcanti criou pelo menos três boas oportunidades e pressionou, mas não conseguiu ter eficiência.

E agora?
Já na 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia volta a entrar em campo no próximo sábado, quando recebe o Goiás às 19h, na Arena Fonte Nova. O Fluminense jogará apenas na quarta-feira, encarando o Atlético-MG no Maracanã, às 21h30.

BAHIA 0X1 FLUMINENSE

Data/Hora: 03/02/2021, às 21h30
Local: Arena Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA - SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA - SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Juninho Capixaba (BAH), Nino (FLU)
Gols: Luiz Henrique (32'/1ºT) (0-1)
BAHIA: Anderson; João Pedro (Zeca - 34'/2ºT) , Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Gabriel Novaes - 26'/2ºT) e Daniel (Fessin - intervalo); Juan Ramírez (Ramon - 15'/2ºT), Thiago (Alesson - 34'/2ºT) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.
FLUMINENSE: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (André - 46'/2ºT), Yago Felipe e Nenê (Hudson - 35'/2ºT); Luiz Henrique (Michel Araújo - 13'/2ºT), Fred (Caio Paulista - 13'/2ºT) e Lucca (John Kennedy - 35'/2ºT). Técnico: Marcão.

Claudinho marca mais uma vez e se isola na artilharia do Brasileirão

Últimas