Futebol Fluminense teve prejuízo três vezes maior em primeiro jogo com torcida no Maracanã

Fluminense teve prejuízo três vezes maior em primeiro jogo com torcida no Maracanã

Valores antes da liberação do público chegavam à casa dos R$ 200 mil e na partida com o Fortaleza ficaram na faixa dos R$ 600 mil; prejuízo total chega a mais de R$ 5 milhões

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de meses sem público, o Fluminense reencontrou a torcida no último dia 6 de outubro, quando perdeu para o Fortaleza por 2 a 0 no Maracanã. Além do resultado ruim, os cofres do tricolor também sofreram. Nesta segunda-feira, a CBF divulgou o borderô da partida e o clube amargou um prejuízo de R$ 610.638,62, algo que já era esperado com a presença de apenas 3.187 pessoas.

A receita da partida foi de R$ 99.632,50, mas o alto custo operacional do estádio, que ficou na casa dos R$ 710.271,12, deixou o Tricolor no prejuízo. Dentro desse valor estão o aluguel do Maracanã, venda de ingressos, testes de Covid-19, entre outros.

Veja a tabela do Brasileirão

O Flu já fez outra partida com público sendo mandante, mas o boletim financeiro ainda não foi divulgado. Para se ter ideia, diante do Red Bull Bragantino, a despesa ficou em R$ 208.346,97, que tem sido mais ou menos o valor gasto em partidas no Maracanã.

Para reduzir os custos, o Flu já havia optado por vender apenas 20 mil ingressos para a partida. Em entrevista coletiva no dia 1º de outubro, o presidente Mário Bittencourt afirmou que o cálculo interno era que seria preciso comercializar pelo menos 10 mil bilhetes para cobrir os gastos de abrir os setores Sul, Leste e Oeste, além dos protocolos pedidos pela Prefeitura.

- Fizemos uma conta e vimos que teríamos um público muito pequeno, aumentando a capacidade de prejuízo e restringindo a capacidade de o público retornar. Essa operação é muito custosa para o clube. O número ideal para não ter prejuízo seria 10 mil, mas aumentamos para 20 mil. Dependendo do público teremos dificuldade de pagar essa conta, mas não estamos pensando nisso agora. O objetivo é ver o torcedor voltar ao estádio - disse.

Até o momento, o Fluminense soma mais de R$ 5.096.725,86 de prejuízo na atual temporada. As únicas partidas que não foram contabilizadas são das oitavas e quartas de final da Libertadores, contra Cerro Porteño e Barcelona de Guayaquil, pois os números não estão disponíveis, além do duelo com o Atlético-GO, ainda não divulgado pela CBF. Na divisão entre as competições são R$ 1.443.454,83 no Carioca, R$ 638.193,05 na Copa do Brasil, R$ 2.524.874,77 até o momento no Brasileirão e R$ 490.203,21 na fase de grupos da competição continental.

No próximo sábado, o Tricolor volta a reencontrar a torcida, desta vez para o clássico com o Flamengo. Esta, inclusive, será a primeira vez que uma rodada poderá contar com público mandante e visitante. O confronto é às 19h, no Maracanã.

Últimas