Futebol Fluminense joga mal, perde para o Junior e decidirá vaga contra o River

Fluminense joga mal, perde para o Junior e decidirá vaga contra o River

Tricolor até descontou na segunda etapa, mas faltou organização e uma atuação consistente, desperdiçando a chance de classificação

Lance
Fluminense podia confirmar classificação, mas acabou derrotado

Fluminense podia confirmar classificação, mas acabou derrotado

Lance

O Fluminense jogou mal, saiu atrás no placar e quase conseguiu reagir, mas perdeu para o Junior Barranquilla por 2 a 1, nesta terça-feira (18), no Maracanã. O Tricolor perdeu a oportunidade de garantir a classificação antecipada às oitavas de final e irá para a última rodada da Libertadores com o Grupo D todo aberto pelas duas vagas. Os gols da partida foram marcados por Abel Hernández para os mandantes e Valencia e Cetré para os visitantes.

Agora o Flu volta novamente suas atenções para a final do Campeonato Carioca. No próximo sábado, com transmissão da Record TV, o Tricolor faz a segunda partida da decisão diante do Flamengo, às 21h05, no Maracanã. A ida foi 1 a 1. Já na Libertadores, o Tricolor encerra a fase de grupos fora de casa contra o River Plate (ARG), na terça-feira, às 19h15. Também no torneio continental, o Junior faz o clássico com o Santa Fe (COL) no mesmo dia e horário.

MUDANÇAS DE ROGER
O Fluminense apostou em algumas alterações no time titular com relação ao que disputou o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, no empate em 1 a 1 com o Flamengo. Foram elas a entrada de Danilo Barcelos na vaga de Egídio, o retorno de Luiz Henrique no ataque e a saída de Nenê, que cedeu vaga para Cazares, que já deu um belo lançamento aos dois minutos de jogo, mas viu Kayky perder a boa oportunidade.



MELHOROU
Como tem feito na Libertadores, o Fluminense deixou o Junior Barranquilla ficar com a bola e tentou se aproveitar dos erros do adversário. No entanto, já na parte final da primeira etapa o time melhorou, saiu mais do buraco e chegou bem, pecando na tomada de decisão. Foram duas chances incríveis perdidas, além de um bombardeio com Fred e Calegari na faixa dos 30 minutos, mas nada feito.

QUEM NÃO FAZ...
Um dos clichês do futebol pesou para o Tricolor. Aos 34 minutos, o Junior aproveitou a única chance clara que teve para tomar a frente no placar. Em marcação distante e fora do tempo, Fuentes cruzou para Valencia vencer Luccas Claro no alto e cabecear no canto esquerdo de Marcos Felipe.

DIFICULTOU
O cenário, que já se mostrava desfavorável, ficou ainda pior muito rápido. Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Cetré recebeu na intermediária e teve toda liberdade para ajeitar e bater colocado. A bola fez uma bonita curva antes de entrar no canto esquerdo e ampliar a contagem para os colombianos. Com o resultado, Roger Machado já sacou Cazares, Luiz Henrique e Kayky para as entradas de Nenê, Caio Paulista e Gabriel Teixeira, tentando dar mais dinâmica ao ataque.

SERÁ QUE DÁ?
O Fluminense sentiu os gols sofridos e ficou desconcentrado, cedendo cada vez mais espaços aos adversários. Os volantes continuaram mal na marcação e dando espaços, enquanto Calegari levou diversas bolas nas costas. Levando um passeio no segundo tempo, Roger sacou Fred para a entrada de Abel Hernández e viu sua estrela brilhar novamente. Aos 29 minutos, Gabriel Teixeira tocou de três dedos para lançar Nenê, que invadiu a área e achou Abel para tocar no gol vazio e diminuir.

NÃO DEU
O Junior cansou e o Flu foi para cima, sem necessariamente talento, mas sim na raça. O Tricolor precisou lidar com a cera dos adversários, que se fecharam para evitar problemas. No entanto, faltou mais calma e organização para o Fluminense voltar a levar perigo e conseguir o ponto de forma heroica. O resultado acabou sendo o produto da atuação ruim.

E AGORA?
O Fluminense espera o resultado do jogo entre River Plate e Santa Fe, nesta quarta-feira, para saber a situação em que chega na última rodada. Se os colombianos vencerem, as quatro equipes chegam com chances de classificação. Neste momento, o Flu tem oito pontos, o River tem seis, assim como o Junior. O Santa Fe tem dois.

FLUMINENSE 1X2 JUNIOR BARRANQUILLA

Data/Hora: 18/05/2021, às 21h30
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schmann (CHI) e Claudio Rios (CHI)
Gols: Valencia (34'/1ºT) (0-1), Cetré (4'/2ºT) (0-2), Abel Hernández (29'/2ºT) (1-2)
Cartões amarelos: Calegari, Yago Felipe (FLU), Vasquez, Rosero, Valencia, Sambueza (JUN)
FLUMINENSE: Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Martinelli (Bobadilla - 37'/2ºT), Yago Felipe e Cazares (Nene - 12'/2ºT); Luiz Henrique (Gabriel Teixeira - 12'/2ºT), Fred (Abel Hernández - 25'/2ºT) e Kayky (Caio Paulista - 12'/2ºT). Técnico: Roger Machado
JUNIOR BARRANQUILLA: Viera; Viáfara, Rosero, Ditta, Fuentes; Vásquez, Didier Moreno, Daniel Moreno (Velasco - 35'/2ºT) Cetré (Piedrahita - 30'/2ºT), Pajoy (Sambueza - 21'/2ºT); Valencia. Técnico: Luis Perea

Saiba quem são os jogadores mais valiosos da Libertadores

Últimas