Futebol Fluminense enfrenta maratona de jogos em outubro; veja o calendário

Fluminense enfrenta maratona de jogos em outubro; veja o calendário

Tricolor teve uma semana livre com o adiamento do jogo contra o Santos, mas se prepara para entrar em campo a cada três dias

Lance
Lance

Lance

Lance

O adiamento do jogo contra o Santos deu um alívio no calendário do Fluminense. Contudo, se a expectativa era de mais uma vitória no Brasileiro, a derrota para o Fortaleza na quarta-feira representou um balde de água fria. Da 24ª rodada em diante, o Tricolor terá que entrar em campo a cada três ou quatro dias.

Ainda que o resultado do último jogo não tenha sido o esperado, o período de treinos e descanso foi positivo para a recuperação do elenco, que até agosto disputou Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores. Porém, a folga no calendário não foi o suficiente para recuperar alguns atletas que vinham fazendo transição, como no caso de Manoel, que estava com o joelho lesionado.

Gabriel Teixeira, que estava sendo poupado, também demonstrou precisar de mais tempo para recuperação. O atacante estava ocupando o banco de reservas e entrou no lugar de Caio Paulista no duelo contra o Fortaleza. O retorno, porém, foi apenas de 10 minutos, uma vez que ele sentiu desconforto na coxa lesionada e precisou sair.

> Confira a classificação da Série A do Brasileiro

O mês de outubro ainda conta com mais seis jogos pela frente, marcados para ocorrer em um intervalo de três a quatro dias de intervalo. Neste sábado, o Fluminense recebe o Atlético-GO no Maracanã. Na próxima quarta (13), o confronto será contra o Corinthians, na Neo Química Arena.

Quatro dias depois, é a vez de duelar com o Athletico-PR, também fora de casa. No dia 24, o Fluminense participa do último Fla-Flu do ano, no Maracanã. Já no dia 27, a partida adiada contra o Santos ocorre na Vila Belmiro. Por fim, o Flu encara o Ceará no dia 31, na Arena Castelão.

Assim, a retomada da maratona de jogos representa um duplo desafio para o Tricolor das Laranjeiras: trilhar o caminho das vitórias mais uma vez e tentar preservar o elenco, que vem acumulando desgaste de uma temporada recheada. Com jogadores da base à disposição da comissão técnica, há possibilidade de dar minutagem para os Moleques de Xerém que não tem participado com tanta frequência, como John Kennedy e Matheus Martins.

Para Marcão, o critério da alternância no elenco se dá na avaliação dos treinos dos atletas, assim como a necessidade de cada rodada. Desta forma, outubro será um desafio para a entrada do Fluminense na zona de classificação da Libertadores 2022.

*Estagiária sob a supervisão de Victor Mendes

Últimas