Futebol Flu se prepara para retomada de atividades dos esportes aquáticos

Flu se prepara para retomada de atividades dos esportes aquáticos

Após cinco meses fechada em virtude da pandemia de COVID-19, a estrutura do parque aquático do Tricolor das Laranjeiras será reaberta na segunda-feira, com restrições

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense está em contagem regressiva para retomar os treinos de modalidades aquáticas nas Laranjeiras após cinco meses. De acordo com o site oficial do clube, nesta segunda-feira, o Tricolor reabrirá suas atividades na próxima segunda-feira, com as devidas restrições para ajudar a conter a pandemia do novo coronavírus.

O clube informou que os atletas farão agendamento com os técnicos e se depararão com muita cautela. Haverá restrição de um atleta por raia e atividades de uma hora. Além disto, está proibida a utilização de vestiários neste primeiro momento.

Técnica do nado artístico, Twila Cremona não escondeu sua expectativa pelo retorno ao Fluminense.

- Estamos muito ansiosos para voltar a treinar no Fluminense, vejo isso principalmente nos atletas. Para os esportes aquáticos, a quarentena foi ainda mais difícil, o corpo sente muita falta da água. E também queremos voltar a nos encontrar. Apesar de nos vermos todos os dias nos treinos on-line, não é a mesma coisa. Estamos contando os minutos para voltar ao nosso trabalho e à nossa casa - declarou.

Twila também falou sobre sua participação na Missão Europa, que ocorreu em Portugal, organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Ela teve as companhias de Luisa Borges e Maria Bruno.

- A experiência em Portugal foi ótima. A estrutura era muito boa e a troca de experiência com outras seleções, como natação e boxe, foi muito legal - afirmou.

Atleta de polo aquático, Logan de Oliveira contou como procurou manter sua forma neste período.

- Estou fazendo um circuito de três quilômetros na Praia Vermelha para soltar um pouco, não ficar enferrujado e não começar do zero nesse retorno ao clube - e, em seguida, explicou a sensação de retornar às Laranjeiras:

- Vai ser muito bom poder rever meus companheiros e sentir aquela energia boa dos treinos. Faz uma diferença grande treinar com o grupo em vez de treinar sozinho - completou o atleta.

O nadador Icaro Ludgero também destacou o fato de contar com a estrutura do Fluminense novamente depois de cinco meses.

- A expectativa de voltar para casa é muito boa. Voltar à nossa rotina e voltar a ter uma estrutura de treino melhor, pois a do Fluminense é muito boa. A natação é um esporte muito específico, então nesse início o foco será recuperar 100% da forma física e técnica, retomar a confiança e o planejamento que tínhamos feito - disse.

A técnica de saltos ornamentais do Fluminense e da seleção, Andreia Boehme, detalhou como tem sido a preparação da dupla Ian Matos e Ingrid Oliveira, classificados para o pré-olímpico.

- Assim que o Maria Lenk abriu, começamos a treinar a parte física do Ian e da Ingrid. Em seguida, começamos o trabalho na água para eles se acostumarem aos poucos. Por enquanto, estamos fazendo três dias de parte física e dois dias na água e aos poucos vamos aumentando - e, em seguida, afirmou:

- Semana que vem retornamos ao Fluminense com o restante da equipe - completou.

Últimas