Futebol Flu e Fla somam mais de R$ 130 mil de prejuízo em final da Taça Rio

Flu e Fla somam mais de R$ 130 mil de prejuízo em final da Taça Rio

Clubes dividiram despesa de mais de R$ 260 mil; Ferj cobrou taxa de R$ 25 mil em despesas operacionais, valor igual ao que Flu e Botafogo pagaram

Lance
Nas finanças, Fla e Flu saíram igualmente derrotados da decisão da Taça Rio

Nas finanças, Fla e Flu saíram igualmente derrotados da decisão da Taça Rio

Reprodução

Flamengo e Fluminense tiveram uma despesa de R$268.308,36 na final da Taça Rio. Cada um dos clubes vai arcar com metade desse valor, ou seja R$134.154,18. Por esta partida, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) cobrou R$ 25 mil em um valor operacional do Maracanã, referente a funcionários contratados pela entidade. Esta é a mesma quantia que a Ferj vinha cobrando do Tricolor e do Botafogo.

O Fluminense novamente não assinou a súmula da partida. Na 4ª rodada, a federação cobrou R$ 25 mil para Bota e Flu, enquanto o Fla pagou R$ 2,5 mil e o Vasco R$ 2,2 mil. Nos jogos seguintes, isso voltou a se repetir com R$ 12 mil e 13 mil ao Tricolor e ao Alvinegro e R$ 2,8 mil e R$ 1,9 mil ao Rubro-Negro e ao Cruz-Maltino. Na semifinal, esse valor foi padronizado em $ 20 mil.

Esse valor de R$ 25 mil é maior até do que o cobrado em jogos com público antes da paralisação, quando o máximo foi de R$ 20 mil. Além disso, outros gastos relevantes apresentados no borderô foram o aluguel do Maracanã de R$ 30 mil e despesas com o VAR em R$ 25 mil, além de R$ 26 mil em captação de imagens para o árbitro de vídeo.

Fluminense e Flamengo voltam a se enfrentar neste domingo, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. A partida será às 16h, no Maracanã.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Ficou 10 anos sem perder! Confira sete curiosidades de José Aldo

Últimas