Futebol Flamengo processará árbitro da partida contra a Chapecoense

Flamengo processará árbitro da partida contra a Chapecoense

O Flamengo se sente prejudicado pelas decisões em dois lances: um pênalti não marcado em Gabi e um impedido incorretamente assinalado que impediu o atacante de virar o jogo

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta terça-feira, o Flamengo enviará um ofício para a CBF em que pede providências sobre a arbitragem. Isso acontece porque o clube entende que tem sido prejudicado nos últimos jogos que disputou. Além disso, o Rubro-Negro também processará o árbitro da partida com um pedido de punição. A informação foi publicada inicialmente pelo site "ge".

> Fragilidade tática no desnorteado Flamengo de Renato atinge o seu ápice

O Flamengo também vê insegurança dentro da CBF causada pela falta de comando dentro da entidade. Dessa maneira, no ofício, irá constar um pedido de árbitros Fifa nas partidas do time.

Esse pedido por um trio de arbitragem "melhor", inclusive, foi feito pelo próprio técnico Renato Gaúcho após o empate em 2 a 2 com a Chapecoense, pela 30ª rodada do Brasileirão, na última segunda-feira. No entanto, isso não acontecerá: o juiz do jogo entre Flamengo e Bahia, na quinta-feira, no Maracanã, será Andre Luiz de Freitas Castro (GO).

- Por que não perguntam para o Gaciba (presidente da Comissão de Arbitragem da CBF)? A outra pergunta que eu queria fazer ao Gaciba. No jogo do Atlético-MG, um dos melhores árbitros do Brasil. Jogo do Palmeiras, um dos melhores. Jogo do Flamengo, arbitragem de Segunda Divisão. Gaciba precisa explicar isso. Bater no Renato é mole, né? Não podemos esquecer do Gaciba - reclamou o técnico do Flamengo.

Vale destacar que o Flamengo se sente prejudicado pelas decisões do árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL) no jogo de segunda-feira em dois lances importantes. O primeiro foi um pênalti não marcado em Gabi e um impedido incorretamente assinalado que impediu o atacante de virar a partida.

Portanto, o Fla irá processar o árbitro baseado no artigo 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz respeito a "Deixar de observar as regras da modalidade".

Em tal artigo ainda é dito que "A partida, prova ou equivalente poderá ser anulada se ocorrer, comprovadamente, erro de direito relevante o suficiente para alterar seu resultado". No entanto, o Fla não pretende pedir a anulação, apenas a punição do árbitro.

Últimas