Futebol Flamengo deixa derrotas de lado e usa reta final do Brasileirão como laboratório para 2023

Flamengo deixa derrotas de lado e usa reta final do Brasileirão como laboratório para 2023

Dorival Júnior indica que seguirá usando reservas nas próximas rodadas. Para o treinador, motivações são dar chance ao elenco e encerrar a carreira de Diego em alta

Lance
Lance

Lance

Lance

A derrota de 1 a 0 para o Coritiba não deixa nenhum impacto negativo no Flamengo. Sem grandes aspirações no Campeonato Brasileiro, o clube rubro-negro pode se dar ao luxo de ignorar a sequência negativa no torneio e seguirá usando a reta final de temporada como um laboratório para 2023.

Assim como na derrota para o Corinthians, Dorival Júnior escalou o time reserva no Couto Pereira. A única exceção foi João Gomes. Além de dar descanso aos titulares, a opção serve para aumentar a minutagem de jogadores reservas e jovens do time sub-20.

Estes jogadores, inclusive, querem mostrar serviço de olho na próxima temporada. Em entrevista coletiva após a derrota no Paraná, o técnico Dorival Júnior revelou que as observações tiradas destas partidas serão usadas nas reuniões de planejamento para 2023 com a diretoria rubro-negra.

- Estamos observando bastante para que depois, em reuniões, nós possamos ter uma certeza e uma segurança daquilo que vamos colocar à diretoria. Assim como também ouviremos a opinião da própria diretoria em relação o que foram esses últimos anos - disse Dorival Júnior.

Dorival Júnior - Coritiba x Flamengo

Dorival Júnior - Coritiba x Flamengo

Lance

Dorival usa jogos para observar elenco (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Motivações para as duas rodadas finais

Campeão da Copa do Brasil e da Libertadores, o Flamengo optou por não antecipar as férias do time titular. O elenco completo segue treinando no Ninho do Urubu, mas os reservas devem seguir ganhando mais tempo em campo nas duas rodadas finais do Brasileirão.

Além de dar chance aos reservas, o Flamengo tem outra motivação para os duelos contra Juventude (quarta-feira) e Avaí (domingo): encerrar a carreira de Diego em alta. O meia foi titular contra o Coritiba e teve má atuação, incluindo um pênalti cometido. Ainda assim, deve seguir como titular e capitão nos próximos jogos.

- (As motivações são) darmos mais chances aos que não tiveram muitas oportunidades, a finalização da carreira do Diego... Que façamos esses dois jogos como fizemos os dois anteriores, com muita segurança daquilo que gostaríamos e queríamos. Infelizmente foram duas derrotas, mas fico muito satisfeito e feliz de estar acompanhando o crescimento dessa equipe - afirmou Dorival.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, para encarar o Juventude, no Alfredo Jaconi. A equipe, com 61 pontos, está na quinta colocação do Brasileirão e busca recuperar a vaga no G4 - Fluminense e Corinthians tem 64.

Últimas