Futebol Fim da novela: com 'idas e vindas', Textor consegue 'nome dos sonhos' do Botafogo: Luís Castro

Fim da novela: com 'idas e vindas', Textor consegue 'nome dos sonhos' do Botafogo: Luís Castro

Al-Duhail dá o 'braço a torcer' e anuncia liberação de Luís Castro após participação na Copa do Emir; chegada do treinador ao Botafogo foi demorada, mas sempre houve confiança

Lance
Lance

Lance

Lance

Todas as partes estão acertadas e apenas o anúncio oficial - que deve acontecer em breve - separa Luís Castro do Botafogo. Após pouco mais de um mês de negociações, a 'novela' envolvendo o treinador português terá um fim na próxima sexta-feira, dia 18, quando o contrato com o Al-Duhail, do Qatar, vai acabar.

+ Posse de bola, contexto e importância do volante: como jogam as equipes de Luís Castro, futuro técnico do Botafogo

O clube qatari anunciou a liberação em um "acordo mútuo", respeitando a vontade dele de ir ao Brasil. Luís Castro sempre foi o "Plano A" de John Textor. O investidor considera que o português é o nome certo para a reconstrução do Botafogo pelo trabalho integrado que faz entre categorias de base - algo que desenvolveu no Porto-POR - e time profissional. O estilo baseado na posse de bola também agrada.



A verdade é que o norte-americano nunca deu o braço a torcer por Luís Castro. Nem mesmo quando o Corinthians, diante da primeira recusa de Vítor Pereira, apareceu na jogada pelo português, Textor recuou na vontade de ter o técnico. Inclusive, nos bastidores, nunca faltou confiança que o acordo seria favorável ao lado do Glorioso.

Mesmo quando o técnico acenou positivamente com a proposta do Timão, Textor confiou que o projeto de médio/longo prazo seria capaz de convencer Luís Castro a escolher o Botafogo e isso aconteceu. Foi a primeira grande "queda de braço" vencida pelo executivo no futebol brasileiro - no fim, o Corinthians conseguiu Vítor Pereira.

O acordo entre Botafogo e Luís Castro já estava selado há certo tempo - o treinador, inclusive, já teve reuniões com o departamento de futebol para estudar o elenco e dar aval sobre possíveis reforços. O português 'aprovou' a chegada de Lucas Piazon, anunciado na semana passada.

A despedida de Castro no Al-Duhail, teoricamente, será na sexta-feira, data da final da Copa do Emir. Nesta segunda-feira a equipe enfrenta o Al-Sadd na semifinal - em caso de eliminação, é provável que a vinda do português ao Brasil seja adiantada para o decorrer desta semana.

Últimas