Futebol Fifa impõe multa e cobra dívida do Corinthians por atrasar segunda parcela do pagamento de Danilo Avelar

Fifa impõe multa e cobra dívida do Corinthians por atrasar segunda parcela do pagamento de Danilo Avelar

Timão comprou o defensor junto ao Torino, da Itália, e decidiu fazer o pagamento em duas parcelas

Lance
Lance

Lance

Lance

O Corinthians foi multado pela Fifa em setembro a pagar 30 mil francos suíços (aproximadamente R$ 170 mil) por ter atrasado o pagamento da segunda parcela da contratação do defensor Danilo Avelar ao Torino, da Itália. O valor original da parcela era 750 mil euros (R$ 4,7 milhões na cotação atual), mas com os juros ultrapassam R$ 5 milhões.

> GALERIA - Veja todos os técnicos estrangeiros na história do Corinthians

A Fifa cobra o pagamento da dívida e adiciona um acréscimo de 5% por ano em juros, equivalente a R$ 220 mil.

Em novembro de 2021, o Torino acionou o Timão na Fifa alegando dívida do clube brasileiro no pagamento da segunda parcela do negócio envolvendo Danilo Avelar, que foi concretizado em 2019.

Através do seu departamento jurídico, o Timão entrou com recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS). O clube espera uma decisão da entidade.

Segundo o despacho de setembro, o Corinthians tem 45 dias a partir do dia em que foi notificado para efetuar o pagamento. Caso o clube falhe em honrar seus compromissos financeiros, o Timão pode ser impedido de registrar novos reforços enquanto não fizer o acerto, em um período máximo de três janelas de transferências.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Paulistão

Fora dos planos do Time do Povo após se envolver em um episódio de injúria racial enquanto participava de um jogo online, Danilo Avelar vem treinando no CT Joaquim Grava, mas separado do restante do elenco. Recentemente, o atleta testou positivo para Covid-19.

O atleta chegou ao Parque São Jorge no segundo semestre de 2018, inicialmente por empréstimo pelo Torino. No ano seguinte o Corinthians firmou o negócio em definitivo por 1,5 milhão de euros divididos em duas parcelas. A primeira foi paga com atraso, no início de 2021.

Essa é a terceira ação recente contra o Corinthians na Fifa. No final de 2021 o Estoril, de Portugal, cobrou 1,3 milhões de euros (R$ 8,6 mi atualmente) referente a aquisição do meia Matheus Jesus. O atacante Mauro Boselli, que deixou o Timão em 2020, também acionou a equipe alvinegra em 1 milhão de euros (R$ 6 mi), alegando salários atrasados.

Últimas