Futebol Fifa decide não punir Noruega por protesto contra situação de trabalhadores da Copa do Catar

Fifa decide não punir Noruega por protesto contra situação de trabalhadores da Copa do Catar

Na estreia das Eliminatórias contra Gibraltar, Jogadores entraram em campo com mensagem de denúncia nas camisas. País ameaça não disputar o Mundial

Lance
Lance

Lance

Lance

A Fifa decidiu não punir a seleção norueguesa pelo protesto contra as más condições de trabalho dos operários que atuam nas obras para a Copa de 2022, no Catar. O ato foi realizado nesta quarta-feira, antes da vitória da Noruega, por 3 a 0, contra Gibraltar, pelas Eliminatórias Europeias.

> Veja a tabela das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo 2022.

A frase escrita na camisa dos atletas noruegueses, dizia '“Direitos humanos, dentro e fora de campo". No aquecimento, os jogadores também exibiram uma mensagem: “Respeito, dentro e fora de campo”.

A Fifa se manifestou dizendo que acredita na 'liberdade de expressão', por isso, não optou por punir a equipe norueguesa.

- A Fifa acredita na liberdade de expressão e no poder do futebol como uma força do bem. Nenhum processo disciplinar em relação a este assunto será aberto pela FIFA", disse a organização em comunicado oficial.

Últimas