Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fernando Lázaro indica como pretende utilizar Paulinho no Corinthians

Meia atuou próximo ao gol na derrota do Timão para o São Bernardo

Futebol|Do R7

Lance
Lance Paulinho em ação contra o São Bernardo (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Desde que voltou a atuar pelo Corinthians após terminar uma recuperação de nove meses tratando da lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, Paulinho vem ganhando cada vez mais minutos com Fernando Lázaro.

+ Erro de Balbuena custa caro em noite desastrosa da defesa do Corinthians

Contra o São Paulo e Botafogo-SP, o meia disputou os 15 minutos finais de cada partida, e na derrota para o São Bernardo, ele ficou em campo por cerca de 30 minutos. Apesar de só entrar no segundo tempo, Paulinho foi um dos destaques corintianos contra o Bernô, atuando mais próximo à área, quase como um centroavante.

+ Veja as movimentações do mercado da bola no LANCE!

Publicidade

- O Paulinho tem, primeiro, aumentado a participação, o tempo dele. É natural neste reinicio, ele vai crescendo em quantidade minutos em campo e a intensidade dele no jogo e ele participado no jogo, sendo importante - iniciou Fernando Lázaro na coletiva após a derrota para o São Bernardo.

O meia conseguiu criar jogadas para seus companheiros e foi responsável pela melhor chance corintiana na partida, uma cabeçada que carimbou o travessão do goleiro adversário. E é dessa forma que Fernando Lázaro planeja utilizar Paulinho ao longo da temporada.

Publicidade

+ Veja tabela e simule os jogos do Campeonato Paulista

- Estávamos em um momento que precisávamos de uma composição, e ele também tem a presença na área como ponto forte, atleta que já está acostumado a jogar se apresentando na área. Então ele vem participar do processo de construção e depois uma chegada, como ele conseguiu situações de finalização, bola na trave, outra finalização passando perto, está sempre desviando bola, incomodando a defesa nesta parte final de jogo que o time estava postado na área e a gente precisava desse peso - ponderou o treinador corintiano.

Mesmo se sentindo melhor e ‘perdendo o medo’ das disputas em campo, o ídolo corintiano evitar cravar quando estará em seu ápice físico novamente, como também prefere não pensar na titularidade, e sim ajudar a equipe. Aos 34 anos, o atleta é veterano e chegou até mesmo pensar em se aposentar na época em que sofreu a lesão no joelho.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.