Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fernando Diniz tem Alexsander como trunfo no retorno do meia ao Fluminense contra o América-MG

Meia não joga desde o dia 10 de maio contra o Cruzeiro

Futebol|Do R7


Lance
Alexsander pode voltar a jogar pelo Fluminense diante do América-MG (FOTO: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.)

Após mais de três meses sem entrar em campo, Alexsander está relacionado para o duelo entre Fluminense e América-MG, pela 20ª rodada do Brasileirão. O meia pode ser uma das novidades da equipe de Fernando Diniz antes do jogo importante contra o Olimpia, pela Libertadores.

Desde o último dia seis de agosto, o atleta está treinando com o elenco, mas o jogador não viajou para o Rio Grande do Sul para o duelo contra o Grêmio, em que o Tricolor saiu de campo derrotado por 2 a 1. Mas com a expectativa de uma equipe alternativa, o jovem de 19 anos pode ganhar uma oportunidade.

O meia entrou em campo pela última vez no dia 10 de maio, onde sofreu uma entorse no joelho no jogo contra o Cruzeiro devido as condições do gramado do Mineirão. E enquanto fazia o período de transição para voltar a atuar, o volante sofreu uma grave lesão muscular que o deixou mais tempo afastado.

Desde então são 21 partidas sem entrar em campo, o que faz com que ainda não se saiba se Fernando Diniz irá iniciar o confronto contra o América-MG ou se será apenas uma opção no banco de reservas. No entanto, o volante não deve ter condições para atuar durante os 90 minutos.

Publicidade

OPÇÃO PARA FERNANDO DINIZ

Com a possibilidade de entrar com uma equipe titular, Alexsander deve iniciar o confronto no banco de reservas, uma vez que não tem condições de atuar os 90 minutos. No entanto, o jovem tem a possibilidade de ganhar ritmo visando os duelos contra o Olimpia, mas acima de tudo a sequência na temporada.

Publicidade

Desde a chegada de Marcelo, o meia conseguiu uma vaga em sua posição de origem ao lado de André, o que pode se repetir mais uma vez. Nesse período, o Fluminense conseguia confundir os adversários com as constantes trocas de posição entre o volante e o lateral-esquerdo, que também tem uma enorme capacidade técnica de jogar pelo meio e ser um construtor.

Decisivo na reta final do Campeonato Carioca com dois gols marcados na semifinal e final, Alexsander foi responsável por dar ritmo, controlar os jogos e impor uma intensidade. Em 17 partidas realizadas com a camisa do Time de Guerreiros, o atleta conquistou 13 vitórias, um empate e apenas três derrotas.

Com a chegada de Diogo Barbosa, uma improvisação na lateral-esquerda por opção é improvável, o que deve fazer com que o jogador seja utilizado apenas na sua posição e onde melhor conseguiu render desde que chegou ao profissional. Contra o lanterna do Brasileirão, o camisa cinco é uma opção para contribuir com a equipe mesmo que por poucos minutos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.