Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Fernando Diniz ameniza derrota do Fluminense para o Atlético-MG: 'Não fomos dominados'

Comandante também voltou a falar sobre a final da Libertadores

Futebol|Do R7


Lance
Fernando Diniz viu jogo equilibrado entre Fluminense e Atlético-MG (FOTO DE MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE FC)

Faltando cada vez menos para a final da Libertadores, Fernando Diniz amenizou a derrota do Fluminense para o Atlético-MG, no Campeonato Brasileiro. Em coletiva, o comandante fez uma análise da partida e afirmou que sua equipe não fez um jogo ruim

- Embora não tenha conseguido produzir chances muito claras no primeiro tempo, o time sofreu muito pouco em um jogo amarrado. Voltamos no segundo tempo com uma postura mais agressiva, sofremos um gol na bola parada e um outro erro que a gente não costuma cometer. Criamos chances para empatar. Não foi um jogo que o Fluminense foi dominado pelo Atlético. Embora não tenha chutado a gol no primeiro tempo, não achei que fez um jogo ruim.

+ Tudo sobre o Tricolor agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Fluminense

+ Confira os próximos jogos do Fluzão no Brasileirão

Publicidade

O comandante também ressaltou que busca fazer o melhor no Campeonato Brasileiro, embora precise administrar seu elenco às vésperas de uma decisão continental. O treinador admitiu que a divisão de atenção entre os dois torneios é um fator complicador, mas que leva a competição nacional a sério.

- A gente prepara todos os dias. A gente não abriu mão em nenhum jogo do Brasileirão. Trouxemos o melhor time para jogar. O André jogou, Martinelli jogou, Arias estava no banco para entrar. Estamos levando o Campeonato Brasileiro muito a sério, mas é muito difícil. Quando você está em duas frentes, ele se torna um pouco mais difícil. Mas estamos nos dedicando ao máximo e quando chegar a final da Libertadores, vamos fazer o nosso melhor.

Publicidade

Na terça-feira (1), o Fluminense viaja para encarar o Bahia, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro sem Fernando Diniz, que cumprirá suspensão. No dia seguinte, a equipe deve estar no Rio de Janeiro por conta do protocolo da Conmebol para a decisão da Libertadores.

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS DE FERNANDO DINIZ:

Publicidade

JHON ARIAS

- O Arias podia jogar no máximo 45 minutos. Martinelli e André iam jogar e isso estava dentro do planejamento.

DISCUSSÃO ENTRE KENO E DAVID BRAZ

- Eu não vi e estou tomando conhecimento disso agora. Mas não é algo que me incomoda, pois eles se dão muito bem e vai se resolver tranquilamente.

FOCO

- Naturalmente é impossível focar no jogo só do Atlético ou do RB Bragantino, do Goiás desde que passamos do Inter. A gente trabalha o máximo possível para poder focar em um jogo de cada vez. Todo mundo tem trabalhado muito para entregar o máximo possível nos jogos do Campeonato Brasileiro. Estamos trabalhando com muita correção, todos se esforçando muito, para fazer o melhor no Brasileirão.

SELEÇÃO

- A gente procura fazer o melhor possível na Seleção. Eu já estou no Fluminense há algum tempo, mas quando chegamos, conseguimos implementar alguns conceitos, algumas ideias de maneira gradual. Na Seleção, a gente vai aos poucos conseguindo colocar as ideias em prática.

MOTIVAÇÃO DOS ADVERSÁRIOS

- Eu acho que isso não motiva ninguém. Não vejo relação. Jogadores jogam bem porque jogam bem. É uma construção que é fácil de ficar fazendo, mas que não tem fundamento, profundidade. A motivação do Atlético não tem a ver comigo, mas pontuar e buscar se classificar para a Libertadores.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.