Futebol Fernando Diniz acredita que Santos precisa de "bons e poucos reforços"

Fernando Diniz acredita que Santos precisa de "bons e poucos reforços"

Técnico acredita que o Peixe não pode contratar jogadores apenas para tirar espaço dos jovens talentos do clube. Diniz evitou falar em posições para os reforços

Lance
Lance

Lance

Lance

Fernando Diniz foi oficialmente apresentado como novo técnico do Santos em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira. Questionado sobre elenco e reforços, o comandante santista reforçou a importante mescla dos experientes e jovens. O treinador quer reforços pontuais, mas não citou posições.

- Tenho estudado o elenco. Conheço alguns jogadores. Olhei com mais profundidade desde que começamos a negociar. Gosto muito do que vi. Elenco forte, sim. Poucos e bons reforços. Santos não precisa de muitos, precisa de qualidade. Não vou falar de posição. Elenco está sempre aberto a bons jogadores. Sou criterioso mesmo. O Santos, desse tamanho e com essa base, não pode trazer jogador só por vir, sem condição imediata de produzir, e atrapalhar o desenvolvimento dos mais jovens. Temos que trazer quem possa ajudar a dar sustentação da equipe e tirar um pouco dessa carga às vezes exagerada aos garotos - afirmou o técnico.

- Não existe fórmula, mas precisamos de uma unidade e trabalho coletivo. Precisamos de muito trabalho, tático e emocional, e isso vai levar um certo tempo. Mas time tem demonstrado boas partidas mesmo sem resultado. Bons jogos contra Palmeiras, Red Bull, Boca, The Strongest... Vamos procurar otimizar o que vem sendo feito em busca de temporada positiva - ressaltou Diniz.

Fernando Diniz tem estreia marcada no duelo diante o Boca Juniors nesta terça-feira, às 19h15min, na Vila Belmiro pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

Últimas