Feridos no incêndio se reapresentam ao Flamengo no dia 17; Jonatha ainda sem previsão de trabalhar com bola

Feridos no incêndio que atingiu o CT do Flamengo há um ano - vitimando dez jogadores das divisões de base do clube -, os três atletas farão parte da equipe Sub-16 nesta temporada

Lance

Lance

Lance

Sobreviventes do incêndio do Ninho do Urubu, que completará um ano no próximo sábado, Cauan Emanuel, Francisco Dyogo e Jonatha Ventura são aguardados no clube no próximo dia 17, quando as equipes Sub-15, Sub-16 e Sub-17 se reapresentarão, após férias, e iniciarão a temporada de 2020 no CT.

Os três atletas citados ficaram feridos no incêndio que atingiu o alojamento das divisões de base do clube, no dia 8 de fevereiro de 2019, e vitimou 10 jogadores do Flamengo, entre 14 e 16 anos. Jonatha Ventura foi quem sofreu os ferimentos mais grave e, por ora, ainda não tem previsão para retornar às atividades com bola. O defensor de 16 anos segue trabalhando a parte física.

Jonatha Ventura teve cerca de 30% do corpo queimado no incêndio e, após ser internado em estado grave, recebeu alta médica em 13 de abril de 2019, assim dando sequência à recuperação em casa e no Centro de Treinamento do clube.

O goleiro Francisco Dyogo, de 16 anos, e o atacante Cauan Emanuel, de 15 anos, tiveram lesões menos graves e deixaram o hospital ainda na primeira quinzena de fevereiro de 2019. Os dois atletas, inclusive, voltaram a defender o Flamengo na última temporada, Em sua "reestreia", Cauan marcou dois gols - em cinco partidas pelo Carioca Sub-15, foram três gols do garoto do Ninho.

Jonatha Ventura, Cauan Emanuel (que completa 16 anos no próximo dia 25) e Francisco Dyogo farão parte da equipe Sub-16 do Flamengo em 2020, tendo a possibilidade de serem convocados para atuar pelo time Sub-17 na temporada.

Por determinação do Flamengo, Cauan Emanuel, Jonatha Ventura e Francisco Dyogo não estão autorizados a concederem entrevistas neste momento.