Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Falsos empresários tentam vender vagas na base do Santos e são presos em flagrante

Clube emitiu nota ressaltando que não cobra valor financeiro para aprovar atletas em sua base

Futebol|Do R7


Lance
Lance

Dois homens que se apresentavam como empresários de futebol e tentavam vender vagas na base do Santos foram presos em flagrante por estelionato na última terça-feira (6).

O clube recebeu a denúncia sobre o caso e apurou que os homens diziam ter acesso ao time sub-20 do Peixe. Eles cobraram valores financeiros de dois atletas com a promessa de, em troca, coloca-los na base do Alvinegro.

+ Santos perde milhões em premiações após decepções na fase de grupos Sul-Americana

+ Eliminado da Sul-Americana, Santos vê vaga na Copa do Brasil ficar ‘por um fio’

Publicidade

As vítimas foram encaminhadas à delegacia de polícia, onde registraram Boletim de Ocorrência sobre o caso. Em nota oficial, o Santos afirmou que os jogadores não foram aprovados através dos dois falsos empresários e ressaltou que não cobra valor financeiro para aprovar atletas em sua base.

O Peixe ainda descreveu todo o seu processo de captação de atletas, feito com uma equipe de funcionários do clube composta por ex-jogadores, observadores e membros de comissão técnica, em substituição às antigas peneiras.

Publicidade

VEJA O COMUNICADO DO SANTOS SOBRE O CASO:

"O Santos FC recebeu uma denúncia que dois homens se identificavam como supostos empresários que teriam acesso às equipes de base. Segundo foi apurado, eles cobraram valores financeiros para conseguirem vagas para dois atletas para o time Sub-20. Após apuração interna, o Santos FC encaminhou as vítimas à delegacia, e assim foi registrado um boletim de ocorrência. Na terça-feira (06), os dois homens foram autuados em flagrante por estelionato. Nenhum atleta foi aprovado através desses supostos empresários.

Publicidade

O Santos FC ressalta que não cobra valor financeiro para atletas entrarem nas suas categorias de base. As antigas peneiras foram substituídas por processos seletivos, onde os atletas que chegam nessa etapa formam observador por profissionais que tem vínculo com o Clube, como ex-atletas, observadores técnicos, membros de comissões técnica, etc). Esses atletas treinam por 1 semana e, ao final, são avaliados de forma colegiada, onde recebem uma pontuação. Os aprovados seguem para uma segunda avaliação, onde treinam com os times das respectivas categorias e assim recebem atenção completa pela comissão técnica responsável.

Atletas com histórico em outros clubes ou com indicações relevantes são inseridos diretamente na segunda etapa, também por uma semana e ao final recebem avaliação da comissão no comparativo com o grupo atual de atletas."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.