Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

!EXCLUSIVO! Absolvido por acusação de agressão e especulado no Fluminense, Clayson se defende de críticas: 'Quero voltar e isso me atrapalha'

Atacante foi pedido pelo técnico Fernando Diniz para reforçar o Tricolor

Futebol|Do R7


Lance
No Japão, Clayson tenta retornar ao Brasil e foi alvo do Fluminense (Divulgação/V-Varen)

O nome do atacante Clayson foi pedido pelo técnico Fernando Diniz para ser um dos reforços do Fluminense na janela de transferências do meio do ano. No entanto, a negociação com o Tricolor das Laranjeiras deu uma esfriada por conta de críticas por parte da torcida nas redes sociais.

As manifestações dos torcedores fazem referência ao episódio em que Clayson foi acusado de participar de uma agressão contra uma mulher em dezembro de 2021. Na época, o atleta defendia as cores do Cuiabá por empréstimo. Em entrevista exclusiva ao Lance!, o atleta do V-V. Nagasaki se defendeu mais uma vez das acusações e afirmou como o episódio vem atrapalhando sua carreira.

- Toda vez que meu nome é cogitado no Brasil, vem à tona essa questão que já foi resolvida pela justiça. E isso ter interferido bastante no meu trabalho. Sou chefe de família. São acusações faltas e isso atrapalha a minha carreira. Toda vez que meu nome é cogitado em algum time do Brasil, tenho sido condenado pelo tribunal da internet, sendo que já fui absolvido pela justiça. Existe uma justiça para isso, que apurou e viu que eu não fiz nada, que sou inocente. Tenho vontade de voltar e isso tem me atrapalhado.

No episódio, Clayson e outros dois homens estavam em um motel e convidaram três garotas de programa. Embora tenha admitido ter visto uma discussão no local, o jogador reafirmou não ter cometido nenhuma agressão e se defendeu com base na sentença da justiça que o absolveu. O atacante também negou que outros atletas do Cuiabá estivessem presentes.

Publicidade

- Eu não sei o motivo dela ter me acusado. Eu estive no local, porém não fiz nenhum tipo de agressão. Eu não vi briga perto de mim. Vi uma discussão, mas eu saí do local e entrei no carro para ir embora. E depois fui pego de surpresa como se tivesse feito alguma coisa, mas não fiz nada. Eu fui acusado falsamente e a justiça provou isso.

No Japão há pouco menos de um ano, Clayson tem contrato com o V-V. Nagasaki até o fim de janeiro. Em 13 partidas disputadas na J-League 2 (a segunda divisão do país), o atleta contribuiu com um gol e quatro assistências. A equipe do brasileiro ocupa a 4ª colocação e luta pelo acesso à elite do futebol local.

Publicidade

RELEMBRE O CASO

Em dezembro de 2021, Clayson e outros dois homens foram acusados por supostas lesões corporais e injúria que teriam sido praticados contra uma mulher. No entanto, o Ministério Público arquivou o caso, uma vez que as provas não foram suficientes para comprovar que o jogador e as outras duas pessoas tenham praticado os crimes.

Publicidade

O Lance! teve acesso exclusivo a sentença da juíza Maria Rosi de Meira Borba em que o jogador foi acusado e absolvido, uma vez que a justiça determinou que havia certa controvérsia com relação a existência do crime e que as partes envolvidas deram versões diferentes e contraditórias sobre o caso.

- Não se pode asseverar que os autuados agrediram a vítima com o animus laedendi ou nocendi, ou seja, com vontade direta de produzir um dano ao copo ou à saúde dela, gerando dúvida severa quanto a materialidade do delito. Na mesma toada, também não há certeza quanto a autoria do delito ou a própria existência do crime imputado, uma vez que constam incongruências substanciais nas declarações da vítima e dos demais envolvidos, vez que não há como se afirmar quem deu início às possíveis agressões e num mesmo se as lesões causadas foram imputadas pelos autuados. Portanto, tendo em conta os elementos que compões o procedimento investigatório, em especial as declarações prestadas perante a autoridade policial, não há como aferir a existência do fato, sobretudo, devido às contradições apresentadas nos relatos e ao aparente desequilíbrio no estado anímico da vítima concomitante aos fatos.Clayson foi absolvido após investigação da justiça (Reprodução)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.