Futebol Ex-River Plate garante se sentir responsável pelo rebaixamento do clube

Ex-River Plate garante se sentir responsável pelo rebaixamento do clube

Diego Buonanotte, atualmente na Universidad Católica, agregou que se sentia preterido pelo treinador Juan José López, alimentando sensação de impotência

Lance
Lance

Lance

Lance

Apesar de hoje ser visto como um fato de poder transformador na realidade do River Plate onde, a partir dali, o clube se reestruturou e rumou novamente ao caminho de grandes conquistas, o rebaixamento do clube em 2011 foi um golpe pesado para o Millonario.

E, mesmo sem ser uma das escolhas na época do técnico Juan José López, o meia argentino Diego Buonanotte relatou em entrevista dada a versão argentina da Fox Sports que se sente responsável pela queda a segunda divisão nacional.

No período das partidas de playoff contra o Belgrano, o meia já estava negociado com o Málaga, mas seguiu por empréstimo no clube de Buenos Aires. Contudo, como pontuou o próprio Buonanotte, parecia que o treinador da equipe na época (Juan José López) não o tinha como opção válida para a equipe.

- Foi esquisito, nunca houve uma briga, nunca faltei com o respeito com ele, nem uma discussão. De fato, várias vezes escrevi para (Matías, ex-companheiro e hoje técnico do San Jose Earthquakes) Almeyda e dizia: "Quero voltar a estar com vocês desde que eu possa ajudar". E ele dizia sempre o mesmo: "JJ não quer que esteja" - declarou o jogador atualmente ligado a Universidad Católica.

O Enano ainda contou de maneira bastante melancólica como acompanhou a fatídica partida onde, no empate por 1 a 1 em 26 de junho no Monumental de Núñez, o clube teve seu rebaixamento sacramentado.

- Como não vou me responsabilizar pelo descenso? Mais ainda, com a sensação de não poder fazer nada. Eu estava batizando a minha filha no povoado e, enquanto comíamos, tínhamos uma televisão porque o River estava jogando contra o Belgrano. E essa foi a sensação que ficou, de não poder fazer nada - lamentou Buonanotte.

Últimas