Futebol Ex-Manchester United, Evra critica Guardiola; 'Não quer personalidade'

Ex-Manchester United, Evra critica Guardiola; 'Não quer personalidade'

Ex-lateral e ídolo de rival do City diz que Guardiola monta seus times para "controlar a todos" e compara clube com o PSG

Lance
Lance

Lance

Lance

O ex-lateral francês Patrice Evra criticou o técnico Pep Guardiola, do Manchester City. Em entrevista à Amazon, o ídolo do Manchester United disse que o espanhol não quer jogadores que tenham personalidade.


- O Manchester City precisa de líderes, mas Guardiola não quer. Ele não quer personalidade e é o líder. Então, quando eles estão em apuros, não sabem como agir. Eles não têm ninguém em campo para ajudá-los - disse Evra.

+Manchester City confirma contratação de Haaland

O francês ainda disse que o espanhol monta seus times para ter o controle de todos e fala de seu trabalho no Barcelona:

- Ele escolhe seus times assim, não pode treinar pessoas com personalidade. Ele fez isso no Barcelona. Monta suas equipes para controlar a todos. É sempre ele quem decide. Ele tira todas as suas responsabilidades e parece que está jogando no Playstation.

+Quem vvai ser o campeão inglês? Simule a tabela da Premier League

Ainda sobre o trabalho de Guardiola no Barcelona, Evra falou sobre um exemplo de Thierry Henry, ex-colega de seleção francesa.

- Ele diz tudo o que você precisa fazer. Lembro que Henry, por exemplo, quando ele estava no Barcelona, ​​​​Guardiola o disse para ele ficar ao lado, mas Henry entrou para fazer dobradinha com Messi. Ele fez o gol e depois do primeiro tempo, o tirou de campo, só porque não respeitou suas diretrizes - completou o francês.

O francês ainda criticou o Manchester City, dizendo que é um clube baseado em dinheiro e comparou ao PSG:

- O City cometeu um erro. Essa é a verdade. Eles estão traumatizados. Eles me lembram o PSG: são clubes baseados no dinheiro. O Real Madrid também tem dinheiro, mas tem uma história por trás. O City só tem dinheiro e os jogadores vão jogar lá só por isso. Depois eles ganham troféus, claro, mas um jogador escolhe ir para o City só porque oferece mais - disse Evra.

Últimas