Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Ex de Antony detalha supostas agressões do jogador: 'Parecia que ia morrer'

Influenciadora pretende ir à Inglaterra para denunciar atacante por agressão, omissão de socorro, cárcere privado e abuso psicológico

Futebol|Do R7

Antony teria agredido a ex-namorada em diversas situações
Antony teria agredido a ex-namorada em diversas situações Acusado de agressão, Antony disputou a última Copa do Mundo com a Seleção Brasileira (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A DJ e influenciadora digital Gabriela Cavallini, que entrou na Justiça contra o jogador Antony, do Manchester United, deu mais detalhes sobre as supostas agressões do atacante em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da Record TV, neste domingo (18). Em um dos episódios relatados, o atleta teria provocado o deslocamento de uma prótese de silicone da ex-namorada.

ALERTA DE GATILHO: a declaração abaixo é forte.

"Me segurou pelos dois braços, me jogou na cama e caiu em cima de mim. Nisso, minha prótese de silicone deslocou. Na hora, me deu uma falta de ar que parecia que eu ia morrer", contou, e acrescentou que precisou tomar 40 pontos na parte interna do seio.

Gabriela descreveu Antony como uma pessoa agressiva, impaciente e ciumenta. Segundo ela, o jogador era "inseguro" desde o começo do relacionamento. A influenciadora afirmou que o ex-São Paulo também a agrediu quando ela estava grávida de três meses. Cavallini perdeu o bebê após um parto de 30 horas, no que descreveu como "a maior tristeza da vida".

Publicidade

"Eu nunca tinha sido agredida, nem pelos meus pais. Dentro do carro, ele começou a brigar comigo porque eu estava em uma festa, começou a reclamar, falar que não era meu direito. [...] Ele estava me assustando muito, pegando no meu braço, puxando meu cabelo, me chacoalhando, gritando muito, me empurrando contra a porta" relatou.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Durante a entrevista, Gabriela relatou ainda ameaças de morte e um caso que ela classifica como cárcere privado, no qual Antony a teria impedido de sair de casa, quebrando sua mala e seu celular. A influenciadora, que já registrou boletim de ocorrência na 5ª Delegacia da Defesa da Mulher-Leste, no bairro do Tatuapé, em São Paulo, pretende entrar na Justiça também na Inglaterra.

Publicidade

"Vou com um advogado, com uma medida protetiva e com as provas. Se for preciso, vou atrás das testemunhas. Vou à Inglaterra denunciá-lo por agressão, omissão de socorro, cárcere privado, abuso psicológico e por tudo o que ele me fez", garantiu.

Gabriela e Antony se conheceram em São Paulo, quando ela trabalhava em uma loja de roupas, e começaram a se relacionar de forma extraconjugal — na época, o atacante era casado com Rosilenny Batista. Depois, a influenciadora chegou a morar com o atleta em Amsterdã, na Holanda, quando ele atuava no Ajax, e em Manchester, na Inglaterra.

Antony, Daniel Alves, Cuca e mais: relembre atletas acusados de violência contra mulheres

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.