Futebol Ex-Botafogo, meia projeta novo desafio no futebol mexicano

Ex-Botafogo, meia projeta novo desafio no futebol mexicano

Bruno Tiago defende o Cancún, do México, que foi fundado em 2020 com a missão de conseguir o acesso para a elite do futebol mexicano 

Lance
Lance

Lance

Lance

Com passagem pelo Botafogo no início da década, o meia Bruno Tiago, de 31 anos, se firmou no futebol mexicano. O meio-campista desembarcou no país em 2015 para defender o Cafetaleros de Tapachula. Em 2019, deixou o clube e acertou com o Celaya, mas a passagem foi curta por conta da pandemia. Em 2020, surgiu um novo projeto com o Cancún, que animou o jogador.

- Foi uma linda passagem pelo Cafetaleros, com recorde de 100 jogos, títulos e me tornando um dos ídolos do clube. O Celaya foi muito rápido pela questão da pandemia, porém é um clube com uma estrutura boa e uma torcida muito apaixonada. Já o Cancún é um novo projeto para a cidade e para a liga. Fiquei feliz pelo convite de fazer parte junto com a comissão técnica vitoriosa com profissionais consagrados dentro do país - disse ao LANCE!.

No Brasil, Bruno Tiago criou identificação com o futebol carioca. Ele defendeu o Madureira, Botafogo e Boavista no Rio de Janeiro, além do Joinville e Linense. Há cinco anos está no México e já está bem adaptado ao país. Empolgado com o novo projeto, o jogador exaltou o futebol mexicano.

- O futebol mexicano tem uma intensidade muito boa. Já estou adaptado a cidade, cultura e idioma - afirmou.

O Cancún foi fundado em 2020 e é um novo projeto de uma das cidades mais conhecidas do México. Além de Bruno Tiago, a equipe conta com outros dois brasileiros: Igor Neves e Lucas Maia. Ao todo, são quatro estrangeiros no time, sendo três brasileiros e um chileno (o Isaac Díaz).

- Meu relacionamento no modo geral é maravilhoso. Um dos líderes do grupo, sempre procuro estar atento aos detalhes. Lucas e Igor são pessoas maravilhosas e moramos perto. Sempre conversamos um pouco de tudo. Mas procuro sempre estar perto de todos para ajudar com palavras ou dentro de campo com posicionamentos para facilitar os nossos jogos - finalizou.

*Estagiário sob supervisão de Tadeu Rocha

Últimas