Everton investiga suposto caso de racismo contra Son, do Tottenham

O sul-coreano teria sido vítima de injúria racial por parte de um torcedor dos Toffees, após ter sido expulso da partida contra os Spurs por dura falta em André Gomes

Lance

Lance

Lance

O Everton anunciou que investiga um suposto caso de racismo contra o atacante Heung-min Son, após o empate com o Tottenham, em 1 a 1, na última rodada do Campeonato Inglês. O torcedor dos Toffees teria puxado os olhos para o lado para imitar a origem asiática do atleta sul-coreano.

- O Everton está investigando um suposto caso de racismo feito por um torcedor que estava presente contra o Tottenham. O Everton condena fortemente qualquer forma de racismo. Qualquer comportamento desse tipo não tem lugar em nosso estádio, clube, comunidade ou jogo - indica o Everton.

EXPULSÃO
Son foi expulso após falta dura em André Gomes. Em decorrência da entrada, o jogador se chocou com Aurier e quebrou a perna. Ao perceber o estado do companheiro, Son se desespera e fica muito perturbado com o ocorrido. O insulto racista teria sido na saída do atacante de campo.

CASOS DE RACISMO
A Europa passa por uma onda de racismo nos estádios e os casos estão cada vez mais frequentes. A organização inglesa 'Kick It Out', que trabalha na inclusão e no combate à discriminação, divulgou, em julho, um relatório que comprovou o aumento, em 47%, de casos de racismo dentro de estádios no Reino Unido na última temporada.