Everson revive sonho em marcar pelo Santos: 'Entraria na história'

Goleiro treinou o fundamento durante as atividades de Jesualdo Ferreira e recebeu elogios da comissão técnica: 'Disseram que ganharíamos mais um batedor de falta'

Lance

Lance

Lance

O goleiro Everson tem outra especialidade além de ter qualidade com os pés: cobrar falta. Ainda pelo Ceará, ele se destacou ao marcar um tento deste tipo contra o Corinthians, em 2018. Sem chances com Sampaoli no ano passado, o atleta revive esta expectativa com Jesualdo Ferreira.

Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé, Everson também revelou que está treinando faltas e recebeu elogios da comissão técnica do comandante português.

Sampaoli estava ciente da vontade de Everson em cobrar faltas, mas nunca deu oportunidade ao camisa 22, que deixou claro que não sente nenhuma mágoa por esta atitude do argentino.

- Ano passado não ficou nenhuma mágoa, eu tenho essa característica. Quero realizar um sonho de fazer um gol com a camisa do Santos, nenhum goleiro fez isso ainda aqui, eu entraria na história do clube. Essa semana teve um treino de falta, já cheguei ali no momento propício. O auxiliar viu ali e disse que ganharíamos mais um batedor de falta. Estou há quase um ano no clube, ajudei a conquistar o vice-campeonato e também em ter a melhor campanha no clube dos pontos corridos do Brasileiro - comentou o camisa 22.

Everson realizou duas defesas difíceis no empate em 0 a 0 com o RB Bragantino, na última sexta-feira, na estreia do Santos no Campeonato Paulista. Embora chateado com o tropeço, o arqueiro acredita que o Peixe pode evoluir nas duas próximas partidas contra a equipe do interior no Brasileiro Série A.

- Lógico, não só o torcedor, mas nós saímos frustrados. Enfrentamos o Red Bull, eles foram campeões e agora estão na Série A. Vamos ter mais dois jogos com eles, a gente vai procurar buscar a vitória. Procurar trabalhar e as vitórias voltarão - disse Everson.

O Santos se reapresenta na tarde desta sexta-feira, no CT Rei Pelé. Os titulares farão um trabalho regenerativo, enquanto os reservas realizarão atividades com bola.