Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Estreia de gala: Morato marca gol e dá assistência em vitória do Al Faisaly na Arábia Saudita

Em seu primeiro jogo oficial pelo novo clube, brasileiro abriu o placar e deu passe para decretar o triunfo de 3 a 0 sobre...

Futebol|Do R7


Lance
Morato em ação no confronto (Foto: Al Faisaly/Divulgação)

O brasileiro Morato estreou muito bem pelo seu novo time na Arábia Saudita. Na terça-feira (15), o meia-atacante abriu o placar e deu assistência para Dosari decretar a vitória de 3 a 0 sobre o Al Jandal, na abertura da segunda divisão do Campeonato Saudita. Garota fez o outro gol do duelo. Feliz pela boa estreia, Morato comemorou o gol e o passe decisivo.

- É bem gratificante estrear pelo clube com uma boa atuação e poder ajudar a equipe a vencer. Aceitei fazer parte desse projeto e me dedicarei todos os dias para que a gente consiga alcançar nossos objetivos na temporada - afirmou.

Após a vitória na estreia do campeonato, o Al Faisaly terá alguns dias para se preparar para o novo compromisso, que será na segunda-feira (21), fora de casa, contra o Ohod.

Esta é a segunda temporada de Morato na Arábia Saudita. Em seu último clube, o Al Khaleej, o ex-jogador de Vasco e São Paulo disputou 22 jogos, fez quatro gols e deu cinco assistências, sendo, inclusive, fundamental para a permanência da equipe na elite do futebol nacional. O meia-atacante, que começou a carreira profissional no Gyongnam FC, da Coreia do Sul, em 2011, também defendeu a Ferroviária, Mogi Mirim, Boa Esporte e Cascavel, antes de chegar ao Ituano, em 2016, onde se destacou na campanha do Paulistão, chamando a atenção do São Paulo.

No time do Morumbi, onde já havia passado parte da sua infância, nas categorias de base, Morato foi atrapalhado por uma grave lesão no joelho. Depois, passou por Sport, novamente Ituano e Red Bull Bragantino, onde viveu a grande fase da sua carreira, sendo um dos principais nomes do título da Série B de 2019 e do Troféu do Interior de 2020, taça que já havia levantado pelo Galo de Itu, três anos antes. Na sequência, defendeu Vasco e Avaí, antes de retornar ao futebol asiático.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.