Futebol Estádio Nilton Santos começa a virar modelo de prevenção à covid

Estádio Nilton Santos começa a virar modelo de prevenção à covid

Após vistoria de infectologista, medidas começam a ser implementadas, neste momento, para jogadores e funcionários

Lance
Lance

Lance

Lance

O Estádio Nilton Santos implementou novas sinalizações e equipamentos recomendados pelo protocolo sanitário que integra o projeto Botafogo Seguro – movimento inédito que busca conscientizar a população brasileira sobre os métodos de prevenção à covid-19, fruto de uma parceria entre o clube e a Centrum, suplemento vitamínico e mineral.

Veja mais: 'Grande contratação', diz Ricardo Rocha sobre novo treinador do Vasco

As medidas começaram a ser implementadas após as recomendações realizadas durante a visita técnica do Dr. Sergio Cimerman, médico infectologista que é o consultor técnico do projeto Botafogo Seguro.

Adesivos, placas de orientação, dispensers e totens de álcool em gel a 70% foram instalados em diversas áreas físicas do Nilton Santos, visando reforçar a comunicação visual e a segurança sanitária para os públicos que precisam frequentar o local mesmo durante a pandemia – como jogadores, comissão técnica, equipe de arbitragem, funcionários e jornalistas.

Inseridas em locais como corredores e alamedas de circulação, elevadores, catracas e vestiários, assim como nas tribunas e na sala de imprensa, os adesivos e placas contêm mensagens solicitando que seja respeitada a distância mínima de 1,5 metro entre as pessoas, além de reforçar a obrigatoriedade do uso de máscaras. Já os dispensers e totens de álcool em gel foram estrategicamente posicionados em diversas áreas de circulação, assim como nos acessos aos vestiários, elevadores e banheiros.

A instalação desses equipamentos faz parte das recomendações registradas no protocolo sanitário assinado por Cimerman. As medidas propostas abrangem toda a rotina de quem precisa estar dentro do estádio, cobrindo quesitos como distanciamento social, cuidados e higiene pessoal, limpeza de ambientes e monitoramento das condições de saúde.

Além da demarcação de pisos e assentos em prol do distanciamento social, os cuidados previstos no protocolo do Estádio Nilton Santos incluem o uso de protetor facial por funcionários e atendentes, além da limitação da ocupação de banheiros e outras áreas.

- Essas medidas representam mais um passo importante do projeto Botafogo Seguro para priorizar a proteção à vida dentro e fora dos campos em parceria com um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, além de reforçar a essência da Centrum, que é promover o bem-estar, aliando o cuidado com a saúde a atitudes positivas” - afirma Juan Katz, Diretor de Marketing da GSK Consumer Healthcare Brasil – uma das empresas na área de produtos para a saúde do mundo, detentora da marca Centrum.

- São iniciativas como essa que ajudarão a transformar o Estádio Nilton Santos em referência na prevenção à COVID-19 até mesmo para outras arenas esportivas no Brasil, em linha com a postura do Botafogo desde o início da pandemia. Lembramos ainda que o estádio foi selecionado pela prefeitura do Rio de Janeiro para servir como ponto de vacinação na campanha de imunização contra o coronavírus - afirmou Durcesio Mello, presidente do Botafogo.

Você sabe de quais estados são esses 30 clubes? Tente acertar!

Últimas