Equipe de Bruno perde estadual do Acre para time da Polícia Militar

Rio Branco-AC perdeu a final do Campeonato Acreano para o Galvez, que tem imagem ligada à PM do Acre; goleiro reconheceu superioridade do adversário

Bruno teve chance de conquistar seu primeiro título na volta ao futebol

Bruno teve chance de conquistar seu primeiro título na volta ao futebol

Lance

Bruno teve a oportunidade de conquistar seu primeiro título após a volta aos gramados neste domingo, ao defender o Rio Branco contra o Galvez, na final de turno do Campeonato Estadual do Acre. No entanto, o goleiro, que cumpre prisão semi-aberta após ser condenado pelo homicídio de Elisa Samudio, foi derrotado por 2 a 0 pelo time que é ligado a Policia Militar do Estado.

Com o resultado, o Rio Branco corre o risco de ficar sem divisão para a temporada 2021, já que o Atlético-AC ficou com a segunda colocação geral do campeonato e conquistou vaga para a Copa do Brasil, Copa Verde e Campeonato Brasileiro da Série D da próxima temporada.

Caso a equipe de Bruno vencesse a partida deste domingo, conquistaria o segundo turno e faria a final do Torneio contra o próprio Galvez, que venceu o primeiro turno e foi campeão por antecipação. Bruno reconheceu a superioridade do adversário logo após a partida.

"Parabenizar a equipe do Galvez pelo jogo, os caras fizeram por merecer. Se prepararam para o Acreano, tem uma boa estrutura, talvez hoje no Acre seja o time que tenha melhor estrutura. É um título que tem seus méritos", disse Bruno à Rádio EcoAcre FM.

Um dia antes da partida, em entrevista coletiva, o presidente do Galvez, Edener Franco, destacou a ligação do clube com a PM, que já teve atletas militares, mas que optou por manter um elenco profissional nesta temporada. Perguntado se Bruno poderia reforçar a equipe, o comandante afirmou que não seria possível.

"Aqui não caberia, mas ele tem um direito garantido de progressão da pena. Eu trabalho com tantos criminosos, vejo que as pessoas conseguem se ressocializar e ter uma vida decente. É isso o que a gente espera dele", disse.

"Nossa imagem é a mesma da Polícia Militar. Isso é inegável. A gente tenta ser o exemplo para o futebol no Acre. Pensamos na competição, claro, mas temos apoio da comunidade (de policiais), acesso ao comandante-geral (da corporação)", completou o mandatário.

No estilo! Confira novos uniformes dos times europeus para a temporada