Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Entrave com clubes estrangeiros distancia Corinthians de dupla 'apalavrada'

Al Hilal e Benfica apresentaram condições que não agradaram o Timão na busca por Cuellar e Lucas Veríssimo, respectivamente

Futebol|Do R7


Lance
Lance

O Corinthians chegou a se acertar verbalmente com os representantes do zagueiro Lucas Veríssimo e do meia Gustavo Cuellar, mas não contava com a astúcia de Benfica e Al Hilal, equipes que possuem os direitos destes atletas.

Em relação a Veríssimo, a proximidade da diretoria corintiana com Paulo Pitombeira, responsável por gerir a carreira do defensor, foi um ótimo trunfo para que a situação ficasse muito avançada. Com Lucas não se firmando na equipe portuguesa após a lesão no joelho sofrida no fim de 2021, o retorno ao futebol brasileiro foi tratado como possibilidade pelo estafe do atleta. Porém, faltou combinar com os Encarnados, que diante da possibilidade de perder António Silva e Nicolás Otamendi não querem se desfazer do brasileiro sem receber uma compensação financeira. 

+ Roger Guedes se aproxima da ponta: veja os maiores artilheiros da Neo Química Arena

Assim, o Timão recuou na investida por Lucas Veríssimo, mas deve buscar algum zagueiro na janela de transferências do meio do ano, até porque reforçar a posição é um dos pedidos do técnico Vanderlei Luxemburgo, que está em processo de adotar um sistema com três atletas da posição e também afastou Balbuena, que vai retornar ao Dínamo de Moscou, da Rússia, após o clube alvinegro utilizar o jogador por uma temporada com a ‘cláusula da guerra’, referente a jogadores que possuem contrato com times russos e ucranianos, países envolvidos em guerra no leste europeu.

Publicidade

+ Todos os jogos do Brasileirão você encontra no Prime Video. Assine já e acompanhe os jogos do Timão

Em relação a Cuellar, o entrave foi a pedida do Al Hilal, que tem vínculo com o colombiano até junho de 2024. Os árabes querem 5 milhões de dólares (R$ 24,6 mi, na cotação atual) e não se mostraram dispostos a reduzir o valor. O Timão nem cogita abrir negociações por essa quantia, embora já tenha o aval do estafe do jogador. A direção corintiana ainda não comunicou a sua retirada das tratativas, mas a tendência é que isso ocorra até esta terça-feira (6).

Assim como acontecerá em relação à peça para o sistema defensivo, o Corinthians deve buscar um volante como alternativa ainda na janela de transferências deste meio do ano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.