Futebol Empréstimo-ponte de R$ 50 milhões e ajustes finais: os próximos passos do Botafogo com a SAF

Empréstimo-ponte de R$ 50 milhões e ajustes finais: os próximos passos do Botafogo com a SAF

Com aprovação do Conselho Deliberativo e sócios, Botafogo vai receber primeiro aporte financeiro de John Textor em até cinco dias, mas contrato final ainda não foi assinado

Lance
Lance

Lance

Lance

Com a pauta da venda da SAF aprovada pelo Conselho Deliberativo e em Assembleia Geral dos sócios, o Botafogo viverá um importante período de transição nas próximas semanas. Além disso, o clube também terá o 'primeiro contato' com o dinheiro de John Textor, investidor que está comprando 90% do futebol do Alvinegro.

+ Sinalizadores, entrada no salão nobre e canto do alívio: a festa da torcida do Botafogo pela venda da SAF

Por contrato firmado entre as partes, o norte-americano fará um empréstimo-ponte de R$ 50 milhões cinco dias depois da Assembleia Geral. Ou seja, os cofres do Botafogo terão uma importante injeção financeira até a próxima quarta-feira.

O dinheiro será para "arrumar a casa" nos problemas a curto prazo. Pagar salários atrasados e quitar a sobra dos vencimentos dos atletas em relação à parceria com o Sindeclubes - a instituição quita até 60 salários mínimos (pouco mais de R$ 70 mil) por jogador . A diferença dos valores ainda está em débito para quem recebe acima disso.

Investimentos no futebol também estão na pauta com esse dinheiro, mas ainda não serão a prioridade total. O Alvinegro ainda mantém a política de "pés no chão" antes de pensar em qualquer nome de impacto que possa chegar para reforçar o elenco, mas tem ciência que a folha salarial deve aumentar.

+ Botafogo mantém conversas com empresários de Elkeson e planeja fazer nova proposta

A operação se chama "empréstimo-ponte" porque o contrato definitivo ainda não foi firmado. John Textor assinou o vínculo vigente, um passo importante e praticamente definitivo para adquirir o futebol do clube. Esse dinheiro será retirado dos R$ 400 milhões que o norte-americano se comprometeu a investir no clube no futuro - ou seja, sobrando R$ 350 milhões.

Detalhes sobre esse 'contrato definitivo', inclusive, também estão nos próximos passos do Botafogo e John Textor pela venda da SAF. A parte mais complicada da negociação já foi superada. Restam ainda pequenas decisões, que devem ser sacramentadas nas próximas semanas.

O prazo para que a transição ocorra é de até 60 dias - ou seja, ela pode acontecer antes. São os momentos e ajustes finais para que John Textor chegue, de fato, ao clube de General Severiano.

Últimas