Futebol Em rede social, Marinho diz que cobrança por salário foi “brincadeira”

Em rede social, Marinho diz que cobrança por salário foi “brincadeira”

Em Live na quarta, atacante perguntou ao diretor Felipe Ximenez quando o clube pagaria os jogadores. Nesta quinta, ele escreveu que foi uma brincadeira no calor do momento 

Lance
Lance

Lance

Lance

O atacante Marinho usou suas redes sociais para minimizar a declaração que deu ainda no vestiário da Vila Belmiro após a vitória do Santos por 3 a 0 sobre o Boca Juniors na segunda partida da semifinal da Copa Libertadores.

Em uma Live nesta quarta, o atacante aproveitou a presença do superintendente de futebol, Felipe Ximenes, e perguntou "quando vão pagar a gente".

- Não acreditem na imprensa que já quer tumultuar o ambiente. Brinquei com o salário porque foi no calor do momento, sabemos que a nova diretoria chegou e já tá firme e forte conosco, diariamente, e coisas boas virão! Tmj família Santos. Vamos focar nos objetivos e falem da classificação, estamos na final e pronto. Beijos e chora quem secou -, escreveu o atacante.

Além de Marinho, o técnico Cuca também tocou no assunto salários atrasados na coletiva após o jogo e pediu organização ao novo presidente, Andrés Rueda.

- Gosto do Peres, do Rollo, do Rueda. Mas a gente necessita do pagamento em dia. Temos que pagar nossas contas em dia também, e nem todos têm condição extra. Alguns meninos têm mais necessidade. Nova diretoria fará o possível para colocar Santos em ordem fora de campo. Dentro está em ordem. Se organizar fora, dá para fazer grandes campeonatos nos três anos de Rueda - afirmou Cuca.

Últimas