Em quatro anos, São Paulo parte para seu nono técnico efetivo; veja a lista

Tricolor teve oito treinadores em quatro anos de gestão Leco, sem contar os interinos. Após a saída de Cuca, clube anunciou a contratação de Fenando Diniz para a lista deste período

Lance

Lance

Lance

Depois de uma sequência de resultados ruins do São Paulo, o técnico Cuca entendeu que não conseguiria extrair algo mais do time e acabou pedindo demissão, causando mais uma saída de treinador no clube durante a administração de Leco. No mesmo dia, o clube foi atrás de um novo profissional: Fernando Diniz, que será o nono técnico efetivo no período.

Estrangeiros, consagrados, novatos, ídolos... Houve técnico para todos os gostos no Tricolor entre outubro de 2015 e setembro de 2019. Até mesmo interinos fizeram parte dessa história que registra uma média nada saudável de dois comandantes por temporada. Para relembrar essas passagens, o LANCE! traz os números de cada treinador efetivo deste período. Veja abaixo:


DORIVA - UM MÊS (ENTRE OUTUBRO E NOVEMBRO DE 2015)

Doriva - São Paulo (Foto: Mauro Horita)

Doriva - São Paulo (Foto: Mauro Horita)

Lance

Doriva teve apenas 33,3% de aproveitamento (Foto: Mauro Horita)

Doriva chegou após a saída de Juan Carlos Osorio para a seleção do México. O ex-volante foi contratado antes de Leco assumir a presidência de forma efetiva, mas saiu quando o mandatário já havia tomado as rédeas do clube.

7 jogos oficiais
​2 vitórias
1 empate
4 derrotas
33,3% de aproveitamento

EDGARDO BAUZA - SETE MESES (ENTRE JANEIRO E AGOSTO DE 2016)

Entrevista Coletiva Bauza - São Paulo

Entrevista Coletiva Bauza - São Paulo

Lance

Edgardo Bauza: 44,44% de aproveitamento (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Primeiro técnico contratado na gestão Leco, o argentino acabou deixando o clube depois de receber proposta para treinar a seleção da Argentina. Com ele, o São Paulo conseguiu chegar na semifinal da Copa Libertadores.

48 jogos oficiais
17 vitórias
13 empates
18 derrotas
44,44% de aproveitamento

RICARDO GOMES - TRÊS MESES (ENTRE AGOSTO E NOVEMBRO DE 2016)

Treino São Paulo no CT da Barra Funda - Ricardo Gomes

Treino São Paulo no CT da Barra Funda - Ricardo Gomes

Lance

Gomes: 42,59% de aproveitamento (Foto: Ale Cabral/AGIF/Lancepress!)

Depois da saída de Bauza, foi o escolhido para assumir o comando do São Paulo, porém não durou muito tempo no cargo e acabou não terminando a temporada no clube por opção dos dirigentes que já miravam 2017.

18 jogos oficiais
6 vitórias
5 empates
​7 derrotas
42,59% de aproveitamento

ROGÉRIO CENI - SEIS MESES (ENTRE JANEIRO E JULHO DE 2017)

Rogério Ceni - São Paulo

Rogério Ceni - São Paulo

Lance

Ceni: 50,48% de aproveitamento (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Depois de se aposentar dos gramados no fim de 2015, o maior ídolo da história do clube retornou para outra função, a de treinador em seu primeiro trabalho nesse cargo. A experiência não obteve bons resultados e acabou sendo encerrada com demissão e desavenças com o presidente são-paulino.

35 jogos oficiais
14 vitórias
11 empates
10 derrotas
50,48% de aproveitamento

DORIVAL JÚNIOR - OITO MESES (ENTRE JULHO DE 2017 E MARÇO DE 2018)

Dorival Júnior ainda tem o voto de confiança da diretoria, mas segue pressionado

Dorival Júnior ainda tem o voto de confiança da diretoria, mas segue pressionado

Lance

Dorival: 51,67% de aproveitamento(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Com a saída de Ceni, Dorival assumiu para ajustar o time no Brasileirão, com uma campanha satisfatória, os dirigentes apostaram na continuidade do treinador para 2018, mas a crença durou poucos meses até a demissão.

40 jogos oficiais
17 vitórias
11 empates
12 derrotas
51,67% de aproveitamento

DIEGO AGUIRRE - OITO MESES (ENTRE MARÇO E NOVEMBRO DE 2018)

Diego Aguirre

Diego Aguirre

Lance

Diego Aguirre: 55,81% de aproveitamento (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/Lancepress!)

Chegou ao clube após a saída de Dorival Júnior e registrou o melhor aproveitamento entre os técnicos que passaram pelo São Paulo na gestão Leco. Sua saída até hoje é contestada e foi mais um a não terminar uma temporada.

43 jogos oficiais
19 vitórias
​15 empates
9 derrotas
55,81% de aproveitamento

ANDRÉ JARDINE - TRÊS MESES (ENTRE NOVEMBRO/2018 E FEVEREIRO/2019)

São Paulo x São Bento Jardine

São Paulo x São Bento Jardine

Lance

André Jardine: 46,67% de aproveitamento (Foto: VILMAR BANNACH/PHOTOPRESS)

Foi efetivado no cargo como um projeto para o ano seguinte após a saída de Diego Aguirre. A aposta que parecia muito ousada no fim de 2018, foi interrompida logo em fevereiro de 2019, com a eliminação na Libertadores.

15 jogos oficiais
6 vitórias
3 empates
6 derrotas
46,67% de aproveitamento

CUCA - SEIS MESES (ENTRE ABRIL E SETEMBRO DE 2019)

Cuca - Treino São Paulo

Cuca - Treino São Paulo

Lance

Cuca: 47,44% de aproveitamento (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Acertado com o São Paulo, Cuca só pôde assumir o comando do time no começo de abril, por conta de um problema de saúde, mas já tinha influência enquanto o coordenador técnico Vágner Mancini trabalhava interinamente. Levou o clube a uma final de estadual, porém foi eliminado precocemente na Copa do Brasil e teve uma passagem de muita oscilação até pedir para sair.

26 jogos oficiais
9 vitórias
10 empates
7 derrotas
47,44% de aproveitamento