Futebol Em busca de amenizar crise, Santos aposta em Cuca para vencer

Em busca de amenizar crise, Santos aposta em Cuca para vencer

Peixe joga suas fichas na troca de comando e motivação da equipe para ganhar e amenizar a crise no clube. Red Bull Bragantino também foi a estreia do Alvinegro na temporada 

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos tem um novo fator para tentar amenizar a crise instaurada no clube pelos maus resultados. Após a demissão de Jesualdo Ferreira, o Peixe foi buscar o técnico Cuca para dar a volta por cima na temporada.

O novo treinador chegou e já fez algumas mudanças no elenco e na comissão técnica. Além de seus auxiliares de praxe, o treinador 'reintegrou' o auxiliar Serginho Chulapa, que estava 'de escanteio' durante as passagens de Sampaoli e Jesualdo Ferreira. Outra mudança do treinador foi a reintegração do colombiano Copete, que estava treinando na equipe B.

Em sua entrevista de apresentação, Cuca deixou claro que o trabalho com o clube é o principal motivador em sua terceira passagem pelo Peixe. Sem trabalhar desde setembro, quando deixou o São Paulo, ele afirmou estar ciente dos problemas administrativos vividos pelo Alvinegro Praiano, e que necessitava de um desafio como esse.

– Chego sabendo dos problemas. Sei as coisas que podem e devem acontecer ao longo do ano. Estou preparado e faço parte da engrenagem. Junto com torcedor, jogadores, diretoria. De repente vamos vender um ou outro, mas não podemos perder a força. Criar alternativas, descobrir novos jogadores. Vou trabalhar direto, não só aqui, na base – disse o treinador.

Para a partida desse domingo contra o Red Bull Bragantino, às 16h, na Vila Belmiro, o Santos não deve ter muitas mexidas na escalação. Felipe Jonatan, que havia sido punido por três jogos por expulsão no ano passado, conseguiu efeito suspensivo e vai para a partida. Uma provável escalação tem Vladimir; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho, Kaio Jorge (Uribe) e Soteldo. Técnico: Cuca.

Resta saber se, com novo treinador, o Santos dará a volta por cima e conseguirá amenizar o clima pesado nos arredores da Vila Belmiro.

Últimas