Futebol Em baixa, Neymar encontrará longo caminho para reconquistar o prestígio no PSG e buscar a Champions League

Em baixa, Neymar encontrará longo caminho para reconquistar o prestígio no PSG e buscar a Champions League

Na atual temporada, craque brasileiro não atuou por dois meses e meio por conta de uma lesão no tornozelo e irá encontrar um novo Paris Saint-Germain em 2022/2023

Lance
Lance

Lance

Lance

Por mais que a temporada na Europa só acabe em maio, é possível afirmar que tanto o Paris Saint-Germain quanto Neymar fracassaram em 2021/2022. Sem protagonismo e sendo vaiado pela própria torcida, o camisa 10 deverá encontrar um longo caminho para reencontrar seu prestígio na França.

CAINDO DE PRODUÇÃO
Contratado em 2017, Neymar se tornou rapidamente o principal nome do PSG. Na briga por ser o cobrador de pênaltis contra Cavani, o brasileiro venceu o braço de ferro e chegou como a grande esperança para tirar o clube francês da fila de espera por um título da Champions League.

> Veja a tabela da Ligue 1

Logo em sua primeira temporada, o camisa 10 anotou 28 gols e contribuiu com 16 assistências. Na época, Mbappé ainda atuava pelo Monaco e Lionel Messi nem pensava em deixar o Barcelona. Era o Neymar Futebol Clube em busca de grandes conquistas coletivas e individuais.

No entanto, o rendimento do principal nome da Seleção Brasileira vem caindo ano após ano. Em sua segunda temporada na França, sendo a primeira ao lado de Mbappé, Neymar anotou 23 gols e distribuiu 13 assistências e não conseguiu conquistar nem Copa da França nem a extinta Copa da Liga Francesa. Taças que o atacante havia erguido no ano anterior.

Em 2019/2020, Neymar balançou as redes apenas 19 vezes e contribuiu com 12 assistências no PSG. No entanto, no ano marcado pela pandemia da Covid-19, o craque teve a chance de conquistar a Champions League como um dos protagonistas do clube, mas deixou a desejar em momentos decisivos e o Bayern de Munique se sagrou vencedor na final em Portugal.

Na temporada após o fiasco, Neymar anotou 17 gols, contribuiu com 11 assistências e não conseguiu conquistar pela primeira vez o título do Campeonato Francês. Atualmente, o brasileiro tem apenas cinco tentos e cinco passes decisivos para os companheiros.

FIASCO DE TEMPORADA
​Em uma temporada que começou com grandes expectativas pela contratação de Lionel Messi, o caminho está sendo tortuoso. E tem sido assim desde o início. Para começar, Neymar e o craque argentino demoraram a estrear por conta de suas presenças na Copa América.

A dupla sul-americana debutou na temporada com a camisa do Paris Saint-Germain em 29 de agosto de 2021, na 4ª rodada da Ligue 1. E após um início devagar, Neymar sofreu uma lesão no tornozelo que o afastou dos gramados por cerca de dois meses e meio.

Com isso, o Paris Saint-Germain caiu nas oitavas de final da Copa da França sem que o brasileiro tenha atuado em uma partida do torneio. Mais recentemente, a equipe de Mauricio Pochettino também deixou a Champions League contra o Real Madrid sem que o camisa 10 tenha marcado um único gol.

RETOMADA DO PROTAGONISMO
Na vitória do PSG sobre o Bordeaux, pelo Campeonato Francês, Neymar e Messi foram vaiados pelos torcedores do próprio clube. Aos 30 anos, o astro da Seleção Brasileira não parece ter a mesma capacidade física de outros tempos, mas precisa retomar o protagonismo.

Na próxima temporada, o clube de Nasser Al-Khelaifi deve passar por uma reconstrução no elenco. Mbappé não sabe se permanece ou se vai embora para o Real Madrid e há especulações sobre o possível retorno de Messi para o Barcelona. Wijnaldum e Sergio Ramos também seguem com seus futuros indefinidos.

Com isso, o cenário de momento não é nada positivo visando a próxima temporada, uma vez que o clube sonha com a conquista da inédita Champions League. No entanto, Neymar poderá ter a chance de vestir a capa de super-herói e assumir o protagonismo, principalmente após ter assinado um grande contrato até 2025.

Por outro lado, o camisa 10 sabe que tem uma Copa do Mundo a ser disputada em novembro. Os comportamentos e as atitudes de Neymar no PSG irão ditar se o craque conseguirá fazer as pazes com a torcida e somente na próxima temporada iremos ter noção do comprometimento do astro com o clube francês, principalmente de agosto até outubro.

Últimas