Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Efeito Messi: como o Inter Miami deixou de ser 'saco de pancadas' e se tornou imbatível

Chega de astro argentino somada à entrosamento com ex-companheiros e trabalho de Tata Martino pode explicar 'revolução'...

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Inter Miami vive um momento mágico. E muito se deve à chegada de Lionel Messi. O astro argentino de 36 anos deixou o Paris Saint-Germain no fim da última temporada e assinou com a franquia dos Estados Unidos até 2025, fazendo parte de um projeto tanto comercial quanto esportivo, para elevar o clube da Flórida de patamar. E pode-se dizer que o "Efeito Messi" foi imediato.

A situação do Inter Miami antes da chegada de Lionel Messi era totalmente diferente da atual. Nos 10 jogos anteriores à vinda do argentino, foram seis derrotas, três empates e apenas uma vitória neste recorte. O camisa 10 foi anunciado em junho, fez sua estreia no dia 21 de julho contra o Cruz Azul e o impacto foi instantâneo: vitória por 2 a 1 com gol de Messi nos acréscimos.

+ Cupom LANCEFUT com 10% OFF para os fanáticos por esporte em compras acima de R$299,90

A partir daí, a vida do Inter Miami tomou outro rumo nas competições. Em nove partidas disputadas, seis vitórias e três empates (todos com triunfos nos pênaltis). Messi marcou em todos os compromissos que disputou com a camisa do Inter Miami até aqui, anotando 11 gols em nove jogos. Além disso, a equipe faturou o primeiro título de sua história, a Leagues Cup.

Publicidade

Outros fatores contribuíram para a melhora do Inter Miami. Além do óbvio impacto da contratação de Messi, houveram chegadas importantes, como os veteranos Sergio Busquets e Jordi Alba, que foram companheiros do argentino nos tempos de Barcelona. O trabalho do técnico Tata Martino também dado frutos à franquia de David Beckham.

Pouco antes da chegada de Messi, o Inter Miami vivia uma crise sem precedentes. David Beckham havia acabado de demitir o então técnico Phil Neville, no dia 1 de junho, por conta dos maus resultados. A equipe, na época, ocupava a última colocação da conferência leste da Major League Soccer.

Publicidade

+ Quem é Lamine Yamal, joia do Barcelona de apenas 16 anos?

- Às vezes, neste jogo, temos que tomar as decisões mais difíceis e, infelizmente, sentimos que é o momento certo para fazer uma mudança - declarou Beckham, após demitir Neville.

Fundado em 2018, o Inter Miami conta com uma história curta no futebol, mas a "Era Messi", que está apenas no início, promete dar ainda mais frutos às escolhas da gestão comandada por Beckham. O contrato do argentino, campeão mundial no Qatar, se encerra em 2025 em um projeto que pode ajudar ainda mais no crescimento no futebol nos EUA, que será uma das sedes da Copa do Mundo de 2026, ao lado dos vizinhos Canadá e México.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.