Dzeko relembra Totti e De Rossi ao falar do peso de ser capitão da Roma

Um dos destaques da equipe, o atacante a responsabilidade ao orientar os jovens dos Giallorossi sem os ex-atletas do clube. O jogador também falou sobre última janela

Lance

Lance

Lance

Um dos principais destaques da Roma, o atacante Edin Dzeko ressaltou que Paulo Fonseca, o técnico da equipe, pediu que ele seguisse na equipe, apesar do interesse de outros clubes em sua contratação na última janela. Atual capitão, o atacante também falou da responsabilidade de usar a braçadeira de capitão que já pertenceu a Francesco Totti e Danielle De Rossi, além de pontuar a importância dos italianos.

- Algo se perdeu. Eles mostravam personalidade, dentro e fora de campo. Agora está comigo, Fazio, Kolarov, Florenzi e Mirante a tarefa de guiar os jovens atletas. É uma braçadeira que pesa em você. Jogadores como Totti e De Rossi usaram no passado, mas estou pronto - disse ao jornal 'La Stampa'.

PEDIU PARA FICAR
Na última janela, a Internazionale teve interesse em sua contratação, mas acabou investindo em Romelu Lukaku. Com passagens pelo Manchester City, o atacante permaneceu na Itália e revelou uma conversa com Paulo Fonseca.

- O mercado de transferências foi longo, mas no primeiro dia da pré-temporada, eu conversei com o novo técnico (Paulo Fonseca) e ele me disse que precisava que eu permanecesse na Roma - finalizou.