Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Duílio luta contra o tempo para salvar legado e evitar marca negativa histórica no Corinthians

A última vez que um presidente deixou o cargo do clube sem títulos foi há 36 anos

Futebol|

Lance
Lance Lance

Vivendo seu último ano de mandato no Corinthians, o presidente Duílio Monteiro Alves tem uma meta importante para salvar seu legado no clube: ganhar títulos. A última vez que um presidente deixou o Timão sem nenhuma taça foi há 36 anos.

No caso, na gestão de Roberto Pasqua, que comandou o clube entre 1985 e 1987. O Campeonato Paulista deixou de ser uma salvação para Duílio, graças à eliminação da equipe nas quartas de final do Estadual, ao ser derrotado pelo Ituano. Agora, tem a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e a Copa Libertadores pela frente. Caso não consiga ser campeão em nenhum destes torneios, conquistará esta marca negativa na história do Timão.

Conmebol divulga ranking dos 32 clubes que estão na Libertadores 2023

Veja tabela do Campeonato Paulista

Publicidade

A gestão do atual presidente vem sofrendo uma série de cobranças. Na última semana, membros das organizadas invadiram o CT para questionar a diretoria sobre a eliminação precoce no Paulistão. Nas metas do clube para esta temporada, estava previsto que a equipe chegaria - pelo menos -, até a semifinal da competição.

Além da conversa com dirigentes e jogadores, os torcedores que entraram no CT Joaquim Grava estenderam faixas nos campos, chamando o elenco de “incompetente” e cobrando a saída do diretor Roberto de Andrade. Não houve violência durante a conversa.

Nesta terça-feira (21), o presidente Duílio Monteiro Alves, vai conceder entrevista coletiva, no CT Joaquim Grava.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.